A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/06/2016 20:51

Policial civil é executado com tiros de fuzil na região de fronteira

Paulo Yafusso
Academia onde ocorreu a execução do policial civil nesta noite (Foto: Direto das Ruas)Academia onde ocorreu a execução do policial civil nesta noite (Foto: Direto das Ruas)

O policial civil Aquiles Chiquin Júnior, de Paranhos, cidade localiza a 469 km de Campo Grande, foi morto a tiros possivelmente de fuzil na noite desta terça-feira (14), quando saía de uma academia onde pratica exercícios físicos. Peritos de Ponta Porã foram deslocados para local para fazer os levantamentos que possam indicar como o crime ocorreu.

Tanto a Delegacia-Geral da Polícia como o Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis) não souberam informar se ele foi morto dentro ou fora da academia. Testemunhas disserm que outras quatro pessoas ficaram feridas, informação não confirmada pela Polícia Civil. 

O presidente do Sinpol, Jeancarlo Miranda, foi para Paranhos acompanhar as investigações. Ele afirmou que testemunhas disseram que o autor usava arma longa e ouviu-se sons de rajada de tiros.

A DPI (Departamento de Polícia do Interior) mobilizou equipes de várias delegacias do interior e a DGPC (Delegacia-Geral de Polícia Civil) encaminhou policiais da Capital para a força tarefa que vai apurar a motivação do crime e identificar e prender o assassino ou os assassinos.

Aquiles era da penúltima turma de policiais civis e tinha um filho pequeno.

Matéria atualizada às 21h26 para acréscimo de informações



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions