ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Policial morre e outro fica ferido em confronto na fronteira com MS

Agentes faziam escolta de família de fazendeiro brasileiro assassinado no ano passado

Por Helio de Freitas, de Dourados | 02/12/2020 13:27
Mapa mostra fronteira seca entre Coronel Sapucaia e Capitán Bado; local do confronto fica na zona rural do lado paraguaio (Foto: Reprodução)
Mapa mostra fronteira seca entre Coronel Sapucaia e Capitán Bado; local do confronto fica na zona rural do lado paraguaio (Foto: Reprodução)

Um policial paraguaio morreu e outro ficou ferido em confronto ocorrido nesta quarta-feira (2) perto da fronteira com Mato Grosso do Sul. Eles estavam em uma fazenda nos arredores de Capitán Bado, cidade paraguaia vizinha de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande, quando foram atacados por grupo ainda não identificado. Os atiradores usavam arma de grosso calibre.

Conforme a imprensa do Paraguai, os policiais fazem parte do Grupo Especial de Operações da Polícia Nacional e estavam na propriedade localizada na Colônia Cruce Panadero, nos limites entre Capitán Bado e Karapaí. A região é dominada por traficantes de drogas.

Segundo as primeiras informações, a fazenda onde os policiais foram atacados pertencia ao pecuarista brasileiro Aguinaldo Correa Lesme, executado em julho de 2019 aos 48 anos, em Capitán Bado. Os dois atiradores foram presos em flagrante.

A execução de Aguinaldo teria sido encomendada por Gerardo Sánchez, o “Kelaí”, filho de conhecido traficante da fronteira.

Após a morte do fazendeiro, os familiares dele passaram a receber proteção policial. Os dois agentes feridos a tiros hoje estariam na propriedade para escoltar os moradores. O policial ferido foi levado de helicóptero para Pedro Juan Caballero.

Policiais paraguaios e helicóptero no local onde agente morreu e outro ficou ferido (Foto: Direto das Ruas)
Policiais paraguaios e helicóptero no local onde agente morreu e outro ficou ferido (Foto: Direto das Ruas)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário