ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Ponte entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta será relicitada no dia 1º de julho

Governador Reinaldo Azambuja está hoje no município onde será construída infraestrutura que ligará 2 países

Por Gabriela Couto | 17/05/2021 11:32
Governador esteve no local exato onde ponte será construída ligando os dois países em Mato Grosso do Sul (Foto Ilustração)
Governador esteve no local exato onde ponte será construída ligando os dois países em Mato Grosso do Sul (Foto Ilustração)

A licitação da ponte sobre o Rio Paraguai que vai ligar Brasil e Paraguai pelos municípios de Porto Murtinho e Carmelo Peralta será reaberta em junho. A obra orçada em US$ 82 milhões faz parte da Rota Bioceânica.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) está no município hoje e foi de chalana com uma comitiva até o ponto exato onde será construída a ponte. No seu Instagram, ele afirmou que o encontro seria feito com o presidente da Itaipu Paraguai, Manuel Maria Cáceres Cardozo e outras autoridades paraguaias.

“A ponte é estratégica para Mato Grosso do Sul e para a Rota Bioceânica que ligará os Oceanos Atlânticos e Pacífico, reduzindo o custo de nossas exportações/importações para a Ásia, via Chile”, destacou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB), também integra a viagem e já compartilhou nas redes sociais parte do compromisso da agenda do governador.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Licitação – O processo licitatório será reaberto a partir do dia 1º  de julho.  A licitação foi suspensa pelo presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, no dia 14 de março. Ele decidiu redirecionar os US$ 30 milhões que iriam para o projeto para a área da saúde, por conta da pandemia do coronavírus.

A decisão pegou todos de surpresa e o Estado acionou o Ministério das Relações Interiores, já que a decisão foi unilateral. A previsão era que a escolha de empresa seria anunciada no dia 26 de abril. O cronograma está atrasado.

A ponte vai dispor de 680 metros de cumprimento, com 380 metros de luz livre, 22 metros de altura, duas torres com 100 metros de altura, viadutos de 150 metros em ambos os lados e pilares de luz a cada 30 metros. A estrutura terá duas pistas de rolagem de veículos de passeio e caminhões, com 12,5m de largura, além de duas passagens nas laterais, com 2,5m cada uma, para o trânsito de pedestres e ciclistas. A expectativa é que a obra fosse concluída até julho de 2024.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário