A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

04/10/2019 13:51

Prefeitura promete consertar ônibus para transportar estudantes indígenas

Medida foi anunciada um dia após prefeito de outra cidade providenciar ônibus para fazer o transporte dos douradenses

Helio de Freitas, de Dourados
Upiran Gonçalves, secretário de Educação, fala a estudantes indígenas, hoje de manhã (Foto: A. Frota/Divulgação)Upiran Gonçalves, secretário de Educação, fala a estudantes indígenas, hoje de manhã (Foto: A. Frota/Divulgação)

A Prefeitura de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, prometeu consertar um ônibus para fazer o transporte de universitários das aldeias Bororó e Jaguapiru até as faculdades, no perímetro urbano. A promessa foi feita em reunião na manhã desta sexta-feira (4) entre o secretário municipal de Educação Upiran Jorge Gonçalves e representantes da comunidade indígena.

Por 60 horas, de terça-feira (1º) até o final da tarde de ontem, os universitários bloquearam a rodovia MS-156, entre Dourados e Itaporã.

O protesto acabou após o prefeito de Itaporã Marcos Pacco (PSDB) anunciar que enviaria, já a partir de hoje, um ônibus daquele município para transportar os estudantes douradenses. O veículo ficará à disposição dos alunos até a Prefeitura de Dourados conseguir assumir o serviço.

Localizada a menos de 20 km de Dourados, Itaporã, de 20 mil habitantes, depende diretamente do comércio e serviços disponibilizados na maior cidade do interior. Muitos itaporanenses trabalham e estudam em Dourados.

Na reunião de hoje, Upiran Gonçalves informou que na próxima semana a prefeitura vai fazer reparos e trocar o para-brisa de um dos ônibus da frota própria para começara atender os estudantes depois da “semana do saco cheio”.

A promessa foi estabelecida em ofício assinado pelos secretários de Educação Upiran Gonçalves, de Governo Celso Antônio Schuch dos Santos e pelo procurador geral do município Sérgio Henrique Martins de Araújo e entregue aos representantes do Movimento dos Acadêmicos Indígenas.

“A administração municipal é sensível à causa dos universitários indígenas e está tomando providencias práticas e imediatas para a solução definitiva e continua do transporte público escolar para fins de atendê-los”, diz o documento.

Na terça-feira, quando começou o bloqueio, Upiran Jorge Gonçalves havia dito, através da assessoria de imprensa, que o município não tem obrigação legal de transportar universitários e que o dinheiro recebido pela prefeitura do Funded é para atender alunos do ensino básico.

Entretanto, o fim do protesto ontem por intervenção direta do prefeito de Itaporã, causou “saia justa” para a equipe da prefeita Délia Razuk (PTB). "Chegamos ao ponto de o prefeito de outra cidade ter que vir conversar com a gente e nos atender", afirmou ontem o capitão da Aldeia Jaguapiru, Isael Morales, o Neco.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions