ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 34º

Interior

Prefeitura vai mapear regiões alagadas e limpeza deve terminar em 10 dias

Foram registrados 21 pontos de alagamento durante o temporal e duas famílias ficaram desabrigadas

Por Elci Holsback | 16/01/2017 11:22
Limpeza de entulhos deve demorar ainda 10 dias para ser concluída (Foto: Divulgação)
Limpeza de entulhos deve demorar ainda 10 dias para ser concluída (Foto: Divulgação)

Os 21 pontos alagados durante a forte chuva que atingiu Corumbá - distante 419 km de Campo Grande na última quinta-feira (12), serão mapeados pela prefeitura para desenvolvimento de projetos que amenizem ou acabem com o problema.

Na região sul da cidade, onde houve maior registro de alagamentos, o trabalho de limpeza iniciou no dia seguinte às chuvas, com cerca de 60 profissionais. “Todos esses pontos que foram atingidos por essa forte chuva vão ser mapeados para a busca de soluções. Agora vem a parte da remoção do lixo e entulhos.”, destaca o secretário, ao site Diário Corumbaense.

Ametlla acredita ainda que em cerca de dez dias o trabalho de limpeza esteja concluído.

Durante o temporal, o Corpo de Bombeiros contabilizou 21 pontos de alagamentos, duas quedas de árvores sobre residências e dois desmoronamentos, além de muito lixo que foi carregado com a enxurrada. "Não houve feridos, mas alguns bairros como Guatós e os localizados na região sul da cidade foram os mais atingidos. Muitas casas foram alagadas", destacou o cabo André Marti.

As duas famílias que precisaram deixar suas casas após a forte chuva continuam abrigadas em casas de familiares e ainda não podem retornar às residências localizadas no bairro Cervejaria.

De acordo com o secretário de Infraestrutura do município, Ricardo Ametlla, a Defesa Civil ainda não liberou os locais. “Eles estão em casas de familiares porque as casas continuam interditadas pela Defesa Civil. Ali é um dos locais que estamos catalogando e verificaando a situação naquela encosta”, explicou o secretário.

Enxurrada invadiu casas , principalmente dos bairros da região sul da cidade (Foto: Divulgação)
Enxurrada invadiu casas , principalmente dos bairros da região sul da cidade (Foto: Divulgação)

A chuva também inundou ruas centrais da cidade, como Antônio Maria, Porto Carrero, Frei Mariano, Cabral, 7 de Setembro entre Dom Aquino e 13 de Junho, General Dutra e alameda Vera Cruz. Ruas do Porto Geral também foram alagadas. Ainda segundo Ametlla, desde sábado (14) a pavimentação e limpeza do beco da Candelária está completamente restabelecida.

“Já voltou à normalidade. Todos os entulhos e problemas que observamos no dia da chuva acabaram. Agora o local está passando por um processo de mapeamento e a motivação que ocasionou esse estrago na região para que a gente possa trazer na engenharia e desenvolver projetos que visam amenizar ou acabar com esse problema”, afirma o secretário.

Temporal - Na última quinta-feira (12), durante temporal que durou cerca de uma hora, choveu 70,6 milímetros, a metade do esperado para todo o mês de janeiro na região, que registra média de 145,8 milímetros.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário