A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

25/02/2016 09:57

Presas fazem motim contra chegada de tia presa por torturar criança

Viviane Oliveira
Presas de Corumbá fizeram protesto nesta manhã contra transferência da mulher que junto com o marido torturava criança.  (Foto: Diário Corumbaense)Presas de Corumbá fizeram protesto nesta manhã contra transferência da mulher que junto com o marido torturava criança. (Foto: Diário Corumbaense)

As detentas do Estabelecimento Penal Feminino de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, fizeram protesto na manhã desta quinta-feira (25), uma espécie de princípio de motim, contra a transferência da mulher de 31 anos suspeita de torturar, junto com marido, o sobrinho de quatro anos em rituais de magia negra.

Presa na terça-feira (23), a mulher teve de ser transferida do Instituto Penal Irma Zorzi, em Campo Grande, porque as presas não aceitaram a presença dela e iniciaram uma manifestação.

Em Corumbá, não foi diferente, conforme o site Diário Corumbaense. Logo que souberam da chegada dela à unidade prisional, as presas iniciariam o protesto. Do lado de fora do presídio, foi possível ouvir gritos, barulho de uma espécie de "panelaço" e também dava para ver fumaça.

A área do presídio, que fica ao lado do Estabelecimento Penal Masculino foi isolada pela Guarda Municipal. Sete viaturas da Polícia Militar e duas do Corpo de Bombeiros foram acionadas.

Policiais militares, agentes penitenciários e bombeiros entraram no presídio para conter a manifestação. Três detentas foram levadas pelos bombeiros ao pronto-socorro, uma delas saiu de maca.

Ainda conforme o site Diário Corumbaense, a assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) informou que o presídio feminino de Corumbá foi escolhido porque tem a melhor estrutura para manter a mulher em isolamento. Ainda de acordo com a assessoria, o protesto partiu de uma ala dos pavilhões.

Avó de garoto torturado diz que fazia rituais de magia, mas sem agressões
A avó do garoto de quatro anos, torturado pelos tios durante rituais de magia negra, negou que também participasse dos ritos, conforme depoimento dad...
Jovem de 18 anos leva tiro no rosto durante briga com marido
Uma jovem de 18 anos foi encaminhada para o Hospital Regional de Ilha Solteira, em São Paulo, após levar um tiro no rosto do marido, de 22 anos, em S...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions