A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

31/10/2017 09:10

Preso em flagrante, homem nega ter estrangulado mulher de 37 anos

Helio de Freitas, de Dourados
Rusimar Cáceres foi autuado em flagrante por feminicídio (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)Rusimar Cáceres foi autuado em flagrante por feminicídio (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)

Foi preso e autuado em flagrante por feminicídio o homem suspeito de estrangular até a morte a mulher, Neusa Vera, 37, na noite de ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Rusimar Cáceres, 24, nega o crime, mas testemunhas o acusam como autor do assassinato, ocorrido em um assentamento indígena perto da BR-163, no perímetro urbano da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Neuza foi encontrada morta por volta das 23h de ontem. Ela estava caída ao lado do barraco de lona onde morava com Rusimar. A vítima tinha marcas no pescoço e no tórax. Uma testemunha contou aos policiais civis que Rusimar tinha dito ao vizinho que a mulher estava passando mal.

Quando o vizinho chegou ao barraco, Neusa estava com a boca espumando. A polícia foi chamada e Rusimar fugiu. Logo depois ele foi localizado e preso. Quando o Samu (Serviço Móvel de Urgência) chegou ao local, Neusa já estava morta.

Na delegacia, Rusimar contou que morava com Neusa há um mês. Segundo a versão dele, tinha saído para trabalhar e quando retornou encontrou a mulher bebendo com outro homem. identificado como Lelo Rodrigues.

Como estava cansado, ele disse que jantou e foi dormir. Logo em seguida disse ter ouvido grito de socorro e quando foi para o lado de fora do barraco encontrou Neusa caída. Entretanto, testemunhas afirmam que foi ele que praticou o crime. Rusimar está na 1ª Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante por feminicídio.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions