A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/11/2015 19:08

Preso, suspeito da morte de jovem em Ivinhema, diz que disparo foi acidental

Flávio Paes
Jovem foi autuado por homicídio doloso (Reprodução Facebook)Jovem foi autuado por homicídio doloso (Reprodução Facebook)

Já está preso, autuado em flagrante por homicídio doloso, Caio Saut, 19 anos, que confessou ter sido o autor do disparo que matou a jovem Marielle Vieira, 18 anos, atingida com um tiro na cabeça. Pela versão inicial do rapaz (que não convenceu a polícia) o tiro teria sido acidental.

O crime aconteceu na noite desta sexta-feira (20), na rua Maria Crispim Andrade Chacarosque, no centro de Ivinhema, casa da vítima, onde se realizava uma festa. Além de Caio e Marielle, estava na casa o adolescente M.D.E, de 16 anos.
Segundo o site Jornal da Nova, o delegado responsável pelas investigações, Ricardo Cavagna, o suspeito e o adolescente de 16 anos, inicialmente contaram uma versão que ele considerou fantasiosa. Os dois disseram que estavam no lado de fora , quando ouviram um estampido de arma de fogo e ao entrar na casa, se depararam com Marielle morta.
Diante das contradições que identificou nos depoimentos, o delegado resolveu voltar ao local do crime em busca de pista. No vaso sanitário foi encontrada a cápsula deflagrada calibre 38 do projétil que atravessou a cabeça da jovem. De volta à Delegacia, diante da constatação policial, Caio acabou contando outra versão dos fatos, admitindo que estava com a arma e dentro da casa. Quando Marielle saiu do banheiro mostrou a ela o revólver calibre 38, que ateria disparado acidentalmente a atingindo mortalmente na cabeça.

Na realidade segundo o delegado,depois de fazer o disparo, o rapaz jogou a cápsula deflagrada do vaso sanitário e deu descarga,mas os policiais conseguiram localizá-la. "Com isto ficou evidente que ele alterou a cena do crime", afirma o delegado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions