ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Ruas viram "rios" durante tempestade e morador é arrastado pela enxurrada

Em menos de 20 minutos, foram 24 milímetros de chuva na região central de Ivinhema

Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 16/02/2022 21:03


Algumas das ruas de Ivinhema, cidade a 289 quilômetros de Campo Grande, mais pareciam "rios" durante um forte temporal que atingiu a cidade na tarde desta quarta-feira (16). Vídeos feitos durante a chuva mostram a correnteza forte da enxurrada, que foi capaz até de arrastar um homem, próximo a uma praça no centro da cidade.

Uma moradora registrava os veículos sendo levados pelo alagamento, quando se deparou com a situação. “Um senhorzinho está sendo arrastado. É o 'seo' Tião, pega ele, meu Deus, é o 'seo' Tião”, diz ela. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do homem e se ele ficou ferido após ser levado pela água.

Conforme o portal Aconteceu MS, o temporal se intensificou por volta das 16h18, alagando rapidamente as avenidas Panamá e Honduras e a Rua Antonio Manoel dos Santos, no Bairro Piravevê.

Comércios também foram afetados com destelhamento e entrada de água pelo teto e portas, segundo o site local. Em menos de 20 minutos, foram 24 milímetros de chuva na região central da cidade.

O prefeito da cidade, Juliano Ferro (DEM), visitou alguns locais da cidade após a chuva. “O que tiver de prejuízo a prefeitura vai pagar. Qualquer coisa que estragou, iremos dar um novo”, disse Ferro, através de live em sua página no Facebook.

Panorama climático - Assim como todas as outras cidades de Mato Grosso do Sul, Ivinhema está sob alerta de tempestade até às 10h de amanhã (17). Segundo o instituto, há previsão de chuva de até 50 mm (milímetros) por dia, ventos intensos (de 40 a 50 km/h), risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), a aproximação de uma frente fria, entre hoje e amanhã, associada à disponibilidade de umidade, aquecimento diurno e o deslocamento de um cavado, aumenta as áreas de instabilidade, situação que pode provocar chuvas de intensidade de moderada a forte e tempestades acompanhadas de raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo.

Nos siga no Google Notícias