A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

10/12/2018 11:05

Saúde confirma primeira morte por dengue em MS neste ano

Adolescente de 13 anos morreu no último dia 4 de dezembro, mas resultado de exame só saiu nesta segunda-feira

Danielle Valentim
Menino morreu no Hospital Auxiliadora no último dia 4 de dezembro. (Foto: Divulgação/JP News)Menino morreu no Hospital Auxiliadora no último dia 4 de dezembro. (Foto: Divulgação/JP News)

O Lacen (Laboratório Central de Mato Grosso do Sul) confirmou a primeira morte por dengue em Mato Grosso do Sul neste ano. Segundo a SES (Secretaria Estadual de Saúde) a doença viral transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti foi a causa do óbito do adolescente Gabriel Roseno Baltazar Neres, de 13 anos, em Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande.

A amostra de sangue era analisada com prioridade e nesta segunda-feira (10) foi confirmada. O menino morreu no Hospital Auxiliadora no último dia 4 de dezembro.

A unidade médica já havia divulgado as causas, no entanto, a informação só é confirmada pela SES após resultado de exames do Laboratório Central. Exemplo disso, é que o último boletim epidemiológico da SES, divulgado um dia depois da morte, 5 de dezembro, não incluiu o caso.

Boletins epidemiológicos semanais apontam que em 11 meses, os casos de dengue em MS acumularam queda de 13,05 %, com relação ao mesmo período de 2017.

No ano passado, 6.201 pessoas tiveram dengue e três morreram em decorrência da doença. Em 2016, 59.874 pessoas foram contaminadas.

Outro caso - Mais um adolescente de 14 anos foi internado no Hospital Auxiliadora com suspeita de dengue. Ao JP News, a mãe do menino Rosimeire de Oliveira contou que o filho passou mal no último dia 3 de dezembro e foi levado a UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário). No local, o médico informou que o garoto estava com as plaquetas investidas e foi liberado.

Dois dias depois, o menino teve febre e sangramento na boca. A mãe acionou o Samu (Serviço Atendimento Móvel de Urgência) que levou o menino, novamente, a UPA. Desta vez o garoto foi diagnosticado com dengue e transferido ao Hospital Auxiliadora, onde permanece internado.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions