ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Semana de lockdown teve 29 pessoas presas por descumprir medida sanitária

Foram 11,4 mil pessoas e 4,3 mil veículos abordados; festas clandestinas não param

Helio de Freitas, de Dourados | 07/06/2021 12:04
Guarda aborda condutor no centro de Dourados durante lockdown (Foto: Divulgação)
Guarda aborda condutor no centro de Dourados durante lockdown (Foto: Divulgação)

A primeira semana do lockdown decretado em Dourados (a 233 km de Campo Grande) devido ao agravamento da pandemia da covid-19 teve 29 pessoas presas por descumprir medida sanitária. O balanço foi divulgado nesta segunda-feira (7) pela prefeitura.

O “fecha tudo” determinado pelo prefeito Alan Guedes (PP) começou no dia 30 de maio e vai até sábado (12). Dourados está com sistema de saúde em colapso devido à pandemia. Já são 545 douradenses mortos e até ontem 36 pessoas estavam na fila por leito de UTI.

Apenas supermercados, farmácias, padarias, açougues, feiras livres e postos de gasolina estão funcionando. A circulação de pessoas durante o dia todo só pode ocorrer para acesso a esses serviços e qualquer tipo de aglomeração está proibida, mesmo em casa.

Na primeira semana foram 120 residências fiscalizadas pela Guarda Municipal devido a aglomerações. Nas ruas, 11.453 pessoas e 4.343 veículos foram abordadas para orientações pelas equipes de fiscalização.

Em sete dias, os guardas também fiscalizaram 291 comércios e 143 ocorrências foram feitas por funcionamento irregular. Pelo menos três conveniências já foram interditadas por venda ilegal de bebida alcoólica. A cidade também está em lei seca até sábado.

Segundo a prefeitura, mesmo com as UTis lotadas, 36 pessoas na fila por terapia intensiva (número de ontem) e sete pacientes transferidos para Rondônia, as forças policiais têm recebido diariamente denúncias de pessoas em festas clandestinas e contra estabelecimentos comerciais por descumprimento do decreto municipal.

No sábado (5), a Guarda Municipal e Polícia Militar interromperam festa no bairro João Paulo II, região leste da cidade. No local, 18 jovens estavam aglomerados ingerindo bebidas alcoólicas. Eles não usavam máscara, fumavam narguilé e perturbavam os vizinhos.

Os policiais também apreenderam no local um revólver calibre 38 carregado com 3 munições, uma pistola de brinquedo, uma espingarda de pressão, máquina de fumaça e iluminação de DJ.

Um homem e uma mulher foram identificados como responsáveis em fornecer bebida alcoólica a adolescentes. Outro homem, de 35 anos, foi identificado como proprietário do local, organizador da festa clandestina e dono das armas. Os três foram presos.

Além dos crimes comuns, todos vão responder por desrespeitar medida sanitária para conter a pandemia e o dono da casa multado em R$ 3.600,00.

Armas e bebidas encontradas em festa clandestina encerrada pela polícia (Foto: Divulgação)
Armas e bebidas encontradas em festa clandestina encerrada pela polícia (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias