A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/06/2016 12:21

Só com exame de DNA será possível identificar corpos carbonizados

Paulo Yafusso
O carro com os corpos foram encontrados por moradores, em uma fazenda em Três Lagoas (Foto: Celso Daniel/TVC) O carro com os corpos foram encontrados por moradores, em uma fazenda em Três Lagoas (Foto: Celso Daniel/TVC)

A Polícia Civil de Três Lagoas, a 338 km de Campo Grande, ainda não tem nenhuma pista que leve a identificação dos corpos encontrados carbonizados dentro de um carro na tarde desta sexta-feira (17) em uma fazenda localizada a 35 km do centro da cidade.

Dois corpos estavam no banco traseiro de um carro modelo Corsa, com placas de Ribeirão Preto (SP), e outro no porta-malas. Não há registro de furto ou roubo do veículo, segundo informou o delegado regional da Polícia Civil de Três Lagoas, Rogério Faria.

O delegado disse que os corpos estão no IML (Instituto Médico Legal) da cidade para ser feita a necropsia, que poderá indicar se as vítimas foram atingidas por tiros antes de serem queimadas. Rogério Faria explicou que a identificação só será possível com o exame de DNA, mas para que isso ser feito é preciso também que sejam localizados parentes das vítimas.

Como o carro e os corpos foram totalmente queimados, a perícia não conseguiu levantar no local nenhuma pista que possa levar ao esclarecimento do crime. Não se sabe nem mesmo se todos são do sexo masculino.

O Corsa com os corpos foram encontrados por moradores da região, próximo a uma plantação de eucaliptos. Dentro do carro foram encontrados um crucifixo e um óculos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions