ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Sobe para 18 o número de famílias afetadas pela cheia do Rio Miranda

Desse total, 9 famílias foram realocadas para espaço público; as demais foram para residências de parentes

Por Liniker Ribeiro | 26/01/2021 18:01
Família sendo retirada de casa após cheia do Rio Miranda (Foto: Divulgação/Defesa Civil)
Família sendo retirada de casa após cheia do Rio Miranda (Foto: Divulgação/Defesa Civil)

Equipes da Defesa Civil de Miranda, cidade a 201 quilômetros da Capital, continuam atendendo famílias afetadas pela cheia do Rio Miranda, resultada dos altos índices de chuva registrados nos últimos dias, na região. Até a tarde desta terça-feira (26), 19 famílias foram retiradas de casa.

De acordo com o coordenador local da Defesa Civil, Adilson José Saraiva, 9 residências foram desocupadas por pessoas que optaram por ir para a casa de parentes. Já as outras nove, sem terem para onde ir, foram levadas para espaço público, na cidade.

Ainda segundo ele, apesar do nível do rio estar cinco metros acima do normal, de 2,54 metros,  a expectativa é de que ele diminuía nas próximas horas. “O nível está em 7,50 metros, estável, e a tendência é abaixar um pouco mais de hoje para amanhã”, afirmou Adilson.

Desalojadas – Vídeo gravado pela Defesa Civil mostra a retirada de uma das famílias ribeirinhas. Com ajuda de caminhão, móveis são retirados de casa no Bairro Morada do Pantanal, onde além de adultos, crianças foram atendidas.

Á água do rio tomou conta de boa parte do espaço da propriedade, invadindo também a área interna da residência. Uma das regiões mais atingidas fica nas proximidades da ponte do Rio Miranda.

Previsão do tempo - De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), pancadas de chuva podem ocorrer, nesta quarta-feira (27), em pontos isoladas da cidade de Miranda.

O município, inclusive, está na lista de cidades de Mato Grosso do Sul onde a chuva pode vir forte, entre hoje e amanhã. O alerta foi divulgado pelo instituto e vale até às 11h de amanhã.  Os ventos, segundo o alerta, podem chegar aos 60 km/h.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário