A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

17/07/2019 22:22

Suspeito de ter matado homem achado boiando em rio é preso no Paraná

Foragido também é apontado como autor de um outro homicídio em Dourados.

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Momento em que Antonio foi preso. (Foto: Direto das Ruas) Momento em que Antonio foi preso. (Foto: Direto das Ruas)

Suspeito de ter matado Assunção Ojeda, de 47 anos, em uma assentamento de Ponta Porã em maio deste ano, Antônio Ferreira Bianco Neto foi preso nesta quarta-feira (17) em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Ele foi preso por investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul com o apoio da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos da Polícia Civil) do Paraná.

Além da morte de Assunção, o foragido também é apontado como autor de um outro homicídio em Dourados, segundo o delegado Mikaill Alessandro Gouvea Faria. Mais detalhes sobre o segundo homicídio, no entanto, não foram divulgados.

O caso – Ojeda foi encontrado boiando nas águas de um rio em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande, no dia 28 de maio. As ultimas informações adquiridas pela família da vítima após o desaparecimento era de que ele e um homem, teriam sido visto bebendo em um bar na área comercial do assentamento Nova Itamarati.

Três dias antes o veículo Celta de Ojeda já havia sido encontrado incendiado nas proximidades da ponte de acesso ao assentamento Nova Era, mas somente no dia (28) que os agentes encontraram o corpo boiando nas águas. Ojeda teria sido morto com golpes de facão e em seguida jogado no rio.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions