ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Taxista de 57 anos é o 13° paciente a morrer de covid-19 em Corumbá

Pioneiro na cidade, o trabalhador passou 13 dias internado, sendo 10 com auxílio de respirador mecânico

Por Clayton Neves | 09/07/2020 06:54
Jorge Martinez, de 57 anos, era taxista e morreu na tarde desta quarta-feira (8). (Foto: Reprodução)
Jorge Martinez, de 57 anos, era taxista e morreu na tarde desta quarta-feira (8). (Foto: Reprodução)

Corumbá atingiu a marca de 13 pacientes mortos em decorrência da covid-19. Na tarde desta quarta-feira (9), o taxista Jorge Martinez, de 57 anos, um dos pioneiros na cidade, morreu na Santa Casa da cidade após 13 dias internado.

O óbito foi confirmado pela secretaria municipal de saúde, que também informou que a vítima tinha quadro de hipertensão.  Jorge foi internado no dia 26 de junho e no dia seguinte, teste confirmou a contaminação pela covid-19.

De acordo com informações do site Diário Corumbaense,  Manoel João de Oliveira, médico responsável pelas internações do novo coronavírus na Santa Casa, disse que do tempo em que ficou internado, o taxista ficou por 10 dias em ventilação mecânica no CTI (Centro de Tratamento Intensivo).

"Pacientes que estão indo a óbito, estão chegando no hospital já numa fase inflamatória da doença, onde o tratamento se torna  complicado pela letalidade do vírus nesse momento. Foi o caso desse paciente, que já no primeiro dia de internação, apresentou quadro muito grave e depois teve falência renal", comentou.

Corumbá contabiliza 465 casos da covid-19 e 13 mortes. Do total, 10 óbitos aconteceram em junho e os outros três em julho.