A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

20/06/2014 09:19

Trabalhadores de fábrica de celulose se organizam e pedem aumento de 9,57%

Viviane Oliveira

Os trabalhadores da fábrica Fíbria Papel e Celulose, em três Lagoas, distante 338 quilômetros de Campo Grande, se organizam e pedem aumento de 9,57%. Eles reclamam que estão em negociação salarial desde março deste ano e até agora a empresa não avança na contraproposta.

Os operários dizem ainda que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que representa a categoria, tenta impor a vontade da empresa. Segundo os trabalhadores, a empresa está coagindo ou demitindo quem não aceita a proposta.

A categoria reivindica aumento salarial de 9,57%, ticket de alimentação de R$ 250 para R$ 350, e redução da escala de trabalho. A fábrica de celulose Fibria é alvo de uma ação do MPT (Ministério Público do Trabalho) por irregularidades trabalhistas.

O Campo Grande News tentou falar com o Sindicato Rural que representa a categoria, no entanto, foi informado de que o presidente está viajando. A equipe também tentou contato por telefone com a assessoria de imprensa da Fibria e mandou email, mas ainda não obteve retorno.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions