ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Três homens são presos com mais de 1 tonelada de agrotóxicos na BR-163

Sobre a carga regular de fertilizantes, foram encontrados diversos sacos de agrotóxicos. Os produtos eram de origem estrangeira

Por Viviane Oliveira | 28/08/2018 10:31
A carga era transportada em um caminhão que foi apreendido (Foto: divulgação/PRF)
A carga era transportada em um caminhão que foi apreendido (Foto: divulgação/PRF)

Três homens foram presos com 1.050 quilos de agrotóxicos sem documentação fiscal, na noite de ontem (27), no km 267 da BR-163, em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande. Dois dos três detidos eram "batedores" (aquele que vai à frente para avisar sobre possível fiscalização) do carregamento.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) fiscalizava em frente à unidade operacional no município, quando abordou um caminhão Mercedes-Benz com placas de Arapongas (PR), conduzido por um homem de 62 anos. Sobre a carga regular de fertilizantes, foram encontrados diversos sacos de agrotóxicos. Os produtos eram de origem estrangeira e não tinham documentação fiscal. Questionado, o motorista acabou confessando que uma caminhonete VW/Amarok fazia o serviço de batedor da carga.

A equipe foi em busca do batedor e encontrou o veículo na garagem de um hotel, às margens da rodovia, em Nova Alvorada do Sul. Os ocupantes da caminhonete de 39 e 43 anos foram presos depois que a polícia identificou no aparelho celular de um deles o telefone do motorista do caminhão.

Eles admitiram que faziam o serviço de batedor e contaram à equipe que contratou o condutor do caminhão para transportar os agrotóxicos de Guaíra (PR) a Nova Mutum (MT). O motorista ganharia R$ 5 mil pelo serviço. Os veículos, a carga e os presos foram levados à Delegacia de Polícia Federal do município.

Nos siga no Google Notícias