ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Vídeo mostra sobrevivente lutando com assassino de garota de programa

Eurizio Ferreira foi preso em flagrante após matar Jennifer Gimenes Morgenrotti em propriedade rural

Por Ana Paula Chuva | 25/06/2024 13:59


Vídeo de câmera de segurança mostra o momento em que a garota de programa, Franciele Franco da Silva, 27 anos, luta contra Eurizio Ferreira de Andrade, 62 anos. A jovem sobreviveu ao ataque a tiros do homem, mas sua amiga Jennifer Gimenes Morgenrotti acabou morta em uma propriedade rural na cidade de São Gabriel do Oeste, a 137 quilômetros de Campo Grande.

O crime aconteceu na manhã de domingo (23). Na gravação é possível ver as duas garotas chegando ao local junto com o idoso por volta das 9h16 daquele dia. Elas entram na propriedade na frente. Franciele, usando uma blusa vermelha e saia jeans, carrega sacola. Ao lado está Jeniffer com um top azul e short jeans. Eurizio vem logo depois, usando chapéu e mexendo no celular.

Os três entram na casa e por volta das 11h12, Franciele é vista saindo do local e segue em direção ao portão da propriedade e vai até uma residência do outro lado da estrada. Às 11h17 ela aparece correndo gritando “Amiga, amiga, vamos fugir”. Eurizio diz alguma coisa, mas não é possível entender e aproximadamente um minuto depois ouve-se o primeiro disparo.

Gritaria começa no local. Na sequência, a mulher diz “para pelo amor de Deus” e é possível ver o homem na entrada da casa com a espingarda. Ele dá um tiro e corre para dentro da residência. A jovem grita “Meu Deus, meu Deus”, e sai com a mão no rosto. Eurizio sai na seguida com a arma na mão e entra em luta corporal com Franciele.

Pelo vídeo é possível ver o idoso segurando a jovem pelo cabelo. Ela segue gritando e ele dizendo algo que não dá para entender. Franciele tenta desarmá-lo e, aparentemente, ele morde suas costas. Ela pede para que ele a solte e consegue pegar a espingarda. UM novo disparo é escutado e a arma é jogada para longe dos dois.

A luta continua e Franciele segue gritando para que ele saia. Os dois voltam para dentro da casa e segundos depois aparecem novamente. Ela tenta chutá-lo e Eurizio continua segurando a garota pelos cabelos. Às 11h21 eles já aparecem do outro lado da casa. Na imagem é possível ver o homem golpeando a vítima com o que parece um facão. Ela o empurra e os dois somem do foco da câmera.

O vídeo dura cerca de 2 minutos e 30 segundos. Eurizio ainda não passou por audiência de custódia, mas na delegacia optou por permanecer em silêncio durante o depoimento.

Investigação - A investigação mostrou que a Jennifer foi morta a tiros, após sua amiga discutir com Eurizio por conta do valor que o idoso pagava de pensão alimentícia a Franciele, com quem tem uma filha. Conforme a polícia, o idoso ficou calado durante o depoimento, mas uma testemunha contou aos investigadores que Eurizio tem uma filha de menos de dois anos com a vítima sobrevivente, mas que não está registrada no nome dele.

Eles discutiram por conta da pensão da criança e ele acabou atirando nela, que se fingiu de morta. Assustada, Jennifer tentou correr e acabou sendo baleada com um tiro na nuca e morreu na hora. A jovem conseguiu escapar no momento em que o idoso foi até a casa pegar uma carriola, para desovar os corpos em uma área de mata. Enquanto isso, Franciele saiu correndo e pediu socorro em propriedades vizinhas.

Os pertences das vítimas foram dispensados em meio a entulho, atrás da casa do autor. Para tentar atrapalhar as investigações, Eurizio desligou as câmeras que tem na fazenda por um período. Os celulares das vítimas estavam com o autor, em uma bolsa, e foram apreendidos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias