A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/02/2010 15:42

Irmã teme que peão deixe presídio como bandido após pena

Redação

Rosimeire Gonçalves, 29 anos, afirmou que não considerou justa a condenação do irmão, o peão Fagner Gonçalves, 27 anos, a 17 anos de prisão em regime fechado por ter arrastado por 15 quilômetros e matado o cabo do Exército, Leonardo Sales da Silva, 20, em 6 de junho de 2008.

Após a sentença, ela comentou que julgaram Gonçalves por outros crimes. Rosimeire se referiu às citações dos mandados de prisão em aberto contra o peão na época, como não pagamento de pensão alimentícia, lesão corporal dolosa e porte ilegal de arma. "Lembram de coisas já resolvidas", disse.

Ela ainda considerou muito tempo para ficar na prisão. "Ele vai sair como bandido", afirmou, destacando que a família enfrentou dificuldades financeiras para contratar o advogado.

O outro irmão, Flávio Gonçalves, 28, que tentou avisar Fagner de que arrastava um corpo no dia do crime, afirmou que já esperava esta pena. Já o peão disse, durante o depoimento, que pretende pagar pelo que fez.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions