A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

05/10/2017 22:54

JBS diz que não foi intimada em CPI e vai recorrer de bloqueio em MS

Nyelder Rodrigues

Em nota enviada nesta noite, a JBS afirma que irá recorrer da decisão judicial que determinou o bloqueio de R$ 115 milhões da empresa, além de todos imóveis dela em Mato Grosso do Sul. A ação foi impetrada pela Assembleia Legislativa a partir da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) realizada pela Casa.

No texto, a JBS também frisa que "não foi intimada a se manifestar na CPI ou em Juízo". A comissão em questão apurou se a empresa cumpriu com as contrapartidas para benefícios fiscais no Estado.

Com a decisão da Justiça, também foram bloqueadas as oito unidades sul-mato-grossense do frigorífico. "A JBS informa ainda que segue com suas atividades normalmente e emprega mais de 135 mil colaboradores no Brasil", destaca a nota.

As unidades alvo do bloqueio ficam em Campo Grande (duas), Coxim, Nova Andradina, Sidrolândia, Cassilândia, Ponta Porã e Naviraí. O grupo que mantém a CPI também vai pedir na Justiça o bloqueio de mais R$ 615 milhões referentes a outros quatro Tares (Termos de Acordo de Regime Especial) que não teriam sido cumpridos.

A empresa deveria investir R$ 285 milhões nas oito unidades, no entanto antes das visitas marcadas pela CPI, a JBS enviou comunicados reconhecendo que não havia cumprido tais organizações, se tornando, para os deputados, "ré confessa".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions