A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

07/06/2010 14:32

Jovem que matou com arma da Polícia Civil se apresenta

Redação

Se apresentou nesta tarde à 5ª Delegacia de Policia Civil de Campo Grande, no bairro Piratininga, o jovem Guilherme Henrique de Andrea, de 22 anos, que no sábado estava com uma arma da Polícia Civil que disparou e matou o funcionário do Detran de Ítalo Marcelo Brito, 27 anos, na sexta-feira, durante uma festa no bairro Piratininga. A arma é usada pelo pai de Guilherme, o investigador Pedro Wlademir, que estava de folga, mas além da armado usava uma viatura descaracterizada da Corporação.

Neste momento, Guilherme está sendo ouvido na Delegacia. Indiciado por homicídio culposo, ele deve ser liberado depois do depoimento.

Segundo o boletim de ocorrências feito no dia da morte, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento à Comunidade), a arma, uma espingarda calibre 12, disparou quando Guilherme a mostrava para as pessoas, entre elas Ítalo. De acordo com o policial Pedro Wlademir, o disparo aconteceu durante uma brincadeira entre os rapazes.

As circunstâncias em que uma arma e uma viatura da polícia foram parar na festa que acabou em tragédia serão alvo de processo administrativo. O delegado adjunto da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), Marco Antônio Balsanini, informou hoje cedo que um inquérito de investigação preliminar foi aberto para investigar o caso.

Examinador do Detran e estudante de Direito prestes a se formar , Ítalo Marcelo de Brito levou um tiro na barriga.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions