A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/06/2009 13:12

Juiz nega liberdade a envolvido no assalto a prefeito

Redação

O juiz da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, Ivo Salgado Rocha, negou o pedido de revogação da prisão feito pelo estudante Deividson Silva Trajano, o Dede, 18 anos.

Ele é um dos quatro envolvidos no assalto a casa do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), no dia 5 de maio deste ano, que tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Dede alegou que está regularmente matriculado na rede pública de ensino, é réu primário, tem residência fixa e confessou a participação no crime. "Embora o requerente reúna algumas condições favoráveis, é de ser que tal entendimento está equivocado", destacou o magistrado.

Sobre estar matriculado, Rocha observou que não significa que esteja freqüentando as aulas e a confissão não o leva a absolvição. Ele aceitou participar do assalto a convite de Anderson Ferreira dos Santos, o Pepe, 24, foragido da Colônia Penal Agrícola de Campo Grande.

"Pepe disse ao requerente (Trajano) que dois empresários da Capital haviam brigado e que um deles estava na posse de vultuosa quantia em dinheiro, a qual seria subtraída e repartida entre os participantes do delito", observou o juiz.

Na justificativa, Rocha ainda cita que Dede e um adolescente pegaram as armas do comerciante Moacir dos Santos Zanúncio, 49, acusado de ser o mentor do roubo, e foram para a casa do prefeito, onde recorreram a violência física contra Nelsinho, o segurança e o motorista.

"Estas circunstâncias demonstram que o requerente, em liberdade, tem se relacionado com elementos foragidos ou egressos do sistema prisional, que o estimulam a delinqüir",

O Garras (Grupo Armado de Repressão a Assaltos e Sequestros) pediu a prisão preventiva de mais dois acusados de praticar do roubo, Paulo Henrique da Silva, 23 anos, acusado de ser receptor das jóias, e Marcos Ferreira de Carvalho, o Barriga, 31.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions