A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/08/2010 13:15

Júri absolve condutor que matou 2 pessoas em acidente

Redação

Acusado pela morte de duas pessoas em um acidente de trânsito, o pecuarista Alberto Martins Netto, de 30 anos, foi absolvido ontem, em Amambai, pelo júri popular.

A defesa sustentou que o acidente foi uma fatalidade, sujeita a acontecer com qualquer pessoa que dirige veículo automotor. O acidente aconteceu dia 14 de abril de 2003 na avenida Pedro Manvailler, próximo a saída para Coronel Sapucaia.

Alberto Netto conduzia uma caminhonete F-1000 quando perdeu o controle da direção do veículo, que cruzou a pista e atropelou um grupo de pessoas que transitava a pé pela calçada no lado oposto da avenida. Edna Delgado Estigarribia e Maria Aparecida Ramos Cardoso morreram. Outras duas mulheres ficaram feridas.

Conforme A Gazeta News, apesar de Alberto ter admitido, durante o julgamento, que havia bebido pelo menos quatro caipirinhas no dia e que estava em velocidade aproximada de 70 km/h na hora do acidente, enquanto o permitido na via era a velocidade de 40km/h, os jurados o absolveram.

O julgamento foi presidido pelo juiz da 1ª Vara de Amambai, César de Souza Lima. A acusação foi feita pelo promotor Eteócles Brito Mendonça Dias Júnior. A defesa do réu ficou a cargo dos advogados Leopoldo Azuma, Felipe Azuma e Rosely Daronco. O MPE (Ministério Público Estadual) vai recorrer do resultado do julgamento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions