A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/09/2010 11:43

Justiça nega liberdade para primeira-dama de Dourados

Redação

A juíza da 1ª Vara Criminal de Dourados, Dileta Terezinha de Souza Thomaz, indeferiu o pedido de revogação da prisão preventiva da primeira-dama Maria Aparecida Freitas Artuzi e a defesa vai pedir habeas corpus no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

A revogação da prisão foi solicitada pelo advogado Carlos Marques na semana passada e negada ontem. Maria Artuzi , que também era coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher, está presa desde primeiro de setembro, quando a PF (Polícia Federal) realizou a operação Uragano (furacão em italiano).

Quanto ao prefeito eleito de Dourados, Ari Artuzi (sem partido), o advogado aguarda despacho do TJ relativo ao pedido de liberdade. Iniciamente, a defesa inofrmou que ia recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para libertar Artuzi. Ele está preso na 3ª delegacia de Campo Grande e o juiz Eduardo Machado Rocha assumiu interinamente a prefeitura da segunda maior cidade do Estado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions