A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

03/03/2010 13:25

Líder do PCC vai a júri por outro homicídio em abril

Redação

Condenado a 26 anos de reclusão em regime fechado pela morte do advogado Wiliam Maksoud e acusado de ser um dos líderes da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), Edmilson dos Santos Pires, 43 anos, vai a novo júri popular por assassinato em abril deste ano.

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Carlos Alberto Garcete, marcou o seu julgamento para às 8h do dia 8 de abril deste ano. Pires vai a julgamento pela morte de Maria Roseli Mendes, a Rose, executada em 27 de junho de 2006 no Conjunto Paulo Coelho Machado, em Campo Grande.

Conforme a denúncia, ele teria encomendado a morte da mulher. O assassino usou o pretexto de comprar um sofá para entrar na casa da vítima e efetuar os disparos a queima roupa. O MPE (Ministério Público Estadual) informou que o crime foi determinado pelo líder do PCC no Estado.

Pires também foi condenado a 26 anos de prisão por ter encomendado a morte de Maksoud. Ele ainda responde por outro homicídio na 2ª Vara do Tribunal do Júri e por motim de presos na Capital.

Rodovias federais de MS tiveram 162 mortes e 390 feridos graves em 2017
As rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul registram 1.928 acidentes durante o ano passado, sendo que destes resultaram 390 vítimas feridas g...
Carreta da Justiça retorna atendimentos semana que vem em Ladário
O calendário de viagens da Carreta da Justiça, projeto do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), será retomado começa na próxima segunda-...
Número de acidentes e mortes em rodovias federais cai em 2017
A falta de atenção dos motoristas brasileiros foi a principal causa dos acidentes de trânsito ocorridos ao longo do ano passado, segundo a Polícia Ro...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions