A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

15/08/2018 17:52

Lista “suja” do TCE tem 131 nomes, que podem ter candidatura rejeitada

Tribunal de Contas destaca que a tarefa de declarar inelegibilidade é da Justiça Eleitoral

Aline dos Santos
Tribunal de Contas divulgou lista que será entregue à Justiça Eleitoral. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Tribunal de Contas divulgou lista que será entregue à Justiça Eleitoral. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) divulgou lista com 131 gestores que tiveram contas rejeitadas quando ocuparam cargos ou funções públicas. Os nomes são enviados ao TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

A lista, recheada com nomes de ex-chefes do Poder Executivo, também traz atuais prefeitos; um gestor afastado porque sofreu atentado e até um político morto, caso de Carlos Antônio Costa Carneiro, ex-presidente da Câmara Municipal de Alcinópolis, que foi assassinado.

O Tribunal de Contas destaca que a tarefa de declarar a inelegibilidade dos gestores que figuram na relação encaminhada é da Justiça Eleitoral. Os processos já transitaram em julgado.

A relação de atuais gestores municipais tem Dirceu Bettoni (PSDB), afastado da prefeitura de Paranhos por ter sofrido atentado; Marlene de Matos Bossay (MDB), prefeita de Miranda; Arlei da Silva Barbosa (MDB), prefeito de Nova Alvorada do Sul; e Rudi Paetzold (MDB), prefeito de Coronel Sapucaia.

A listagem de ex-prefeitos é extensa, com nomes como Arceno Athas Junior (ex-prefeito de Glória de Dourados), Ari Basso (ex-prefeito de Sidrolândia), Carlos Augusto da Silva (ex-prefeito de Cassilândia), Celso Luiza da Silva Vargas (ex-prefeito de Maracaju), Cláudio Rocha Barcelos (ex-prefeito de Tacuru), Djalma Lucas Furquim (ex-prefeito de Aparecida do Taboado), Edson Luiz de David (ex-prefeito de Aral Moreira).

Além de Flávio Adreano Gomes (ex-prefeito de Bandeirantes), Francisco Emanoel Albuquerque Costa (ex-prefeito de Bela Vista), Roberson Luiz Moureira (ex-prefeito de Ribas do Rio Pardo), Theophilo Barboza Massi (ex-prefeito de Corguinho), e Umberto Machado Araripe (ex-prefeito de Bodoquena).

Ex-prefeitos - Municípios como Aquidauana, Porto Murtinho, Nioaque e Miranda colecionam nome de ex-gestores na relação do TCE de políticos com contas reprovadas. No caso de Aquidauana, aparecem os ex-prefeitos Fauzi Suleiman e José Henrique Gonçalves Trindade.

Em Porto Murtinho, os ex-gestores “reprovados” são Heitor Miranda dos Santos e Nelson Cintra Ribeiro. De Nioaque, surgem os nomes de dois ex-prefeitos Ilca Corral Mendes Domingos e Noé Nogueira Filho.

No município de Miranda, além da atual prefeita, a lista do Tribunal de Contas tem outros três nomes de ex-chefes do Poder Executivo: Ivan Paz Bossay, Juliana Pereira de Almeida e Almeida e Neder Afonso da Costa Vedovato.

A lista também traz Carlos Roberto Assis Bernades, o Carlinhos Cantor, ex-vereador e ec-vice prefeito de Dourados. Ele foi alvo da operação Uragano, que investigou corrupção.

De Campo Grande, os ex-gestores de dinheiro público com o nome na lista do TCE são: Astrogildo de Silva Lima (que foi ordenador de despesas da Loteria Estadual), Júlio César Cabral (ex-diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura) e Ronaldo Perches Queiroz, que foi diretor do HR (Hospital Regional Rosa Pedrossian) e presidente da Funsau (Fundação de Serviços de Saúde). 

Lista “suja” do TCE tem 131 nomes, que podem ter candidatura rejeitada
Sancionada lei que amplia licença paternidade para as Forças Armadas
O presidente da República em exercício, o ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli, sancionou hoje a lei que aumenta de cinco para 20 dias a...
Fies abre inscrições para vagas remanescentes
Estão abertas, a partir de hoje (24), as inscrições para as vagas que não foram preenchidas no processo seletivo regular do Fies (Fundo de Financiame...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions