A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/08/2010 17:46

Manifesto cita machismo como causa de violência

Redação

Um grupo de mulheres realizou na tarde de hoje um manifesto no calçadão da rua Barão do Rio Branco, no centro de Campo Grande, para pedir o fim da violência. Para os manifestantes, o machismo é a principal causa de agressão às mulheres.

Cerca de 40 pessoas vestiram camisetas e distribuíram panfletos, citando estimativas de que mais de 2 milhões de mulheres são espancadas a cada por companheiros, atuais ou antigos, e que a cada 15 segundos uma mulher é agredida no Brasil.

"Não somos contra os homens, mas contra a violência praticada por eles", aponta Sonia Mara, uma das coordenadoras do manifesto. "Queremos que a lei Maria da Penha, criada especialmente para estes casos, seja cumprida em toda sua extensão", complementa Sonia.

No material distribuído, o grupo cita casos como de Eliza Samudio, supostamente assassinada a mando do amante, o goleiro Bruno, do Flamengo, e da arquiteta Eliane Nogueira, morta e queimada pelo ex-marido Luiz Afonso Santos de Andrade.

O ato foi coordenado pela Secretaria de Mulheres do PT (Partido dos Trabalhadores).

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions