A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/10/2012 13:44

Marinha entrega 100 fuzis à Polícia Militar para uso na fronteira

Mariana Lopes e Luciana Brazil
(Foto: Minamar Júnior)(Foto: Minamar Júnior)

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul recebeu na manhã de hoje (8), a doação de 100 unidades de Fuzil Automático Leve – M964, calibre 762 (7,62 milímetros) e 200 carregadores, do Comando do 6° Distrito Naval, sediado em Ladário, cidade distante 419 quilômetros de Campo Grande. A maior parte do armamento será levada para os batalhões na área de fronteira, onde serão usados para combater o crime na região.

O termo de doação foi assinado pelo comandante do 6° Distrito Naval, contra-almirante Rodolfo Frederico Dibo, em cerimônia no gabinete do governador André Puccinelli, com a participação do secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, e do ex-comandante do 6º Distrito Naval, contra-almirante Márcio Ferreira de Melo.

"São armas do inventário da Marinha entregues à Polícia Militar como cooperação dentro de uma parceria desenvolvida sob a vigência do Plano Estratégico de Fronteira e sob o enfoque histórico de parceria que a Marinha tem com o Mato Grosso do Sul", frisou o contra-almirante Dibo.

A arma de longo alcance, cerca de 300 metros, dará, segundo o almirante, o reforço na segurança pública, além de contribuir para a população do Estado.

O armamento doado está sendo substituído na Marinha por outro modelo, cerca de 1,2 quilos mais leve, que tem adequação melhor às necessidades de serviço do fuzileiro naval. Operacionalmente os dois fuzis possuem o mesmo desempenho, mas o peso é o diferencial para o fuzileiro, que normalmente trabalha com uma carga de 35 quilos de material.

O governador Pucinelli destacou que o policiamento do Estado será melhor municiado com a chegada dos armamentos. "Com os fuzis os policiais vão continuar a fazer frente ao crime na área de fronteira com mais eficiência. Respeitamos a Marinha do Brasil como instituição de defesa da soberania nacional que é também nossa parceira na segurança do Estado".

O secretário Jacini afirmou que as armas são rotineiramente de uso comum em área rurais. "A maior parte será levada para a fronteira e algumas vão ficar em Campo Grande"

Em 2009, a Marinha em Ladário doou para a Polícia Militar 50 fuzis e 100 carregadores, que foram utilizados nas ações de prevenção e repressão a crimes nas regiões de fronteira com a Bolívia e Paraguai e nas divisas com outros estados.

 

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


Engraçado Sr. Sergio e Leonardo, é fácil falar mas tem muito pm aí da sua "Gloriosa" que faz serviço investigativo(PM2) que seria para investigar vcs mesmos o que não acontece, e vcs acham que a PC também não pode ter grupo de Elite? Pensamento pequeno este de vocês, bem típico!!
 
Fernando Paes em 09/10/2012 08:05:36
Félix, também compartilho da mesma opinião. Sou policial civil há 10 anos e vejo a coisa piorando a cada dia. A única solução é estudar e passar em outro concurso, acho que esse é o pensamento geral.
 
leopoldo f. g. neto em 09/10/2012 07:47:44
Obviamente a PM por sua peculiar ostensividade deve estar muito bem aparelhada. Mas meu nobre Sr. Leonardo, situações de enfrentamento podem ocorrer sem previsão a qualquer operador de segurança pública. Não importando a que instituição pertença e qual seja sua atribuição. Parabéns a Marinha do Brasil pela iniciativa. Tenho certeza que nossa competente PM fará excelente emprego do recurso recebido.
 
Cesar M. Castro em 09/10/2012 00:06:22
meu querido eu fui pc 30 anos aposentei ta!!!mas quem tem chefe ou diretor ou comandante que e o caso da militar consegue as coisas,no caso o leonardo de sa ele nao esta errado porque nossa funçao, nao e preventiva e nem ostensiva mas nos temos muitos trabalhos que requerem, armamento pesado e longo ,porque, policia e policia,na hora da necessidade do pega hai hai meu quem tem !!!!haaaa quem nao tem corre ou morre !!!!rsrsrsrai a, questao mas pode se acostumar as coisas, melhoram bastante hoje vc ja tem pago pelo o estado a (. 40 imbel )e um boa arma no meu tempo era 38 ou vc comprava sua propria arma,no meu caso quando podia ter naquela epoca se eu quis andar armado tive que comprar minha automatica que era um pt 9ml taurus 98 mas agora se vc comprar uma desta vc vai e preso!!!abraçao!!
 
celio natal rodrigues em 08/10/2012 22:29:22
As pessoas quando fazem um concurso publico se imaginam de imediato na aposentadoria e não se atentam para saber quanto vai ganhar,e não sabendo que na pm e pc ele não vai ficar rico fica com essa conversa de que vai sair porém nao sai e ainda fala mal da corporação,ainda não tem nem tempo de serviço para falar mal da instituição,saia e nem olhe para tras agora se ficar faça o serviço com gosto.
 
luiz carlos santos messias em 08/10/2012 20:50:27
Só com doações daquilo que é obsoleto para a marinha que se investe na segurança pública, isso é uma vergonha, o lamentável estado de abandono que vive as policias do MS não se restringe só a voces tristão!!!
 
lucidio souza em 08/10/2012 20:29:19
Engraçado só pra concluir o pensamento de Leonardo Sá, se a Pm é polícia ostensiva, não entrem na àrea de investigação que é competência da POLICIA CIVIL, porque PM só atrapalha e faz trapalhada na investigação, querem ser o que nunca serão , nunca serão,INVESTIGADORES.
 
reginaldo barros em 08/10/2012 20:23:13
Uma vez...não faz muito tempo um governador anunciou aquisição volumosa de armamentos, tinha inclusive metralhadora que atirava embaixo d'água.. raramente se ouve falar em confronto envolvendo tais aparatos, tem ferramenta enferrujando e munição vencendo nos paióis.
 
Capitão Virgulino em 08/10/2012 19:36:35
Meu caro Leonardo, com certeza a PM faz o serviço ostensivo, Policia Civil também entra no metiê e vai atraz de tudo que nao presta, a nossa fronteira está toda desguarnecida, agora imagine vc andando nesse pantanal e encarando de frente esses bandos de bandidos que assaltam bancos só com .40 e umas 12 velhas? se oriente melhor e reveja seus conceitos de polícia meu camarada.Quem perde com isso é a população.
 
Silva Ferre em 08/10/2012 19:15:51
Vcs querem se militarizar de vez não é Polícia Civil? Já não basta o uso de "fardas" para se aparecerem ao invés de fazer o serviço investigativo, disfarçado. Por isso que vcs não prendem ninguém, usam um veículo igual da PM, semi-fardados e cheio de marra. É pra acabar querer usar armamento de grupos de elite, como a CIGCOE.
 
sergio navarro em 08/10/2012 19:00:39
É simples, policia civil tem função judiciária, deixa ostensividade pra quem entende do assunto. Abraço!
 
Leonardo Sá em 08/10/2012 17:26:49
eu gostaria de saber porque só a Pm recebeu este armamento? Será que a Polícia civil não precisaria também? Sou P.C e há 3 anos não recebo nem munição, se quiser tenho que comprar. Falta pneus, estrutura, até mesmo água temos que comprar para tomar. Agora imagina se eu sou bem remunerado? Tenho o 24º pior salário do país, e, em breve serei o pior...mas tenho fé, acredito que se estudar um pouco mais posso deixar essa profissão ingrata pelo amor que tenho por ela.
 
felix tristão em 08/10/2012 16:13:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions