A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

23/04/2018 10:51

Meta em MS é vacinar 663 mil do grupo de risco contra a gripe

Estado já distribuiu 300 mil vacinas pelos municípios e deve entregar mais 130 mil a partir de amanhã

Geisy Garnes e Mirian Machado
Já foram entregues 300 mil doses da vacina (Foto: Marina Pacheco)Já foram entregues 300 mil doses da vacina (Foto: Marina Pacheco)

Com meta de vacinar mais de 663 mil pessoas do grupo de risco, Mato Grosso do Sul deu início a campanha contra a Influenza-2018. “Nossa meta é vacinar 90% das pessoas público alvo, mas isso também é difícil, as pessoas precisam se conscientizar, cuidar mais da saúde”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Coimbra.

Na manhã desta segunda-feira (23), funcionários do Hospital Regional foram vacinados durante um evento para oficializar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza no Estado. Segundo Coimbra, o foco em Mato Grosso do Sul é alcançar pelo menos 90% do público alvo, o que representa 663.656 mil pessoas.

Ao todos, são 737.395 mil pessoas no grupo de risco, que enquadra crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, a presos e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.

Para o secretário, no entanto, alcançar a meta é um desafio. “As pessoas precisam se conscientizar, cuidar mais da saúde, se prevenir contra a gripe e evitar que o vírus prolifere”, defendeu Coimbra. Como estratégia, a SES investiu na divulgação da campanha e no diálogo com as prefeituras.

Segundo a gerente técnica da área de imunização da SES, Katia Barbosa Lima, Mato Grosso do Sul vai receber 811 mil vacinas durante a campanha. Dessas, 300 mil já foram distribuídas entre os municípios e outras 130 mil chegam no Estado entre hoje e amanhã. “A entrega das vacinas foram escalonadas em oito etapas. Isso já vem sendo feito por conta da dificuldade na produção da vacina, mas não há risco de faltar”, afirmou.

Para reportagem, o secretário explicou ainda que as 811 mil vacinas não são o suficiente para atender toda a população, mas imuniza todo o grupo de risco. Apesar da campanha começar nacionalmente nesta segunda-feira, cada prefeitura determina a data de início da vacinação. Em Campo Grande, isso acontece nesta terça-feira (24) e na quarta-feira (25) em Dourados.

Campanha - De acordo com o escalonamento da entrega da vacina, o início da campanha será para os grupos prioritários do público alvo que são: profissionais de saúde, crianças de 06 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas e professores. A partir do dia 12 de maio, dia D da campanha, a vacinação será estendida para a população com idade acima de 60 anos. Para os demais grupos, a campanha estará disponível apenas no dia 21 de maio.

 Katia Barbosa Lima, gerente técnica da área de imunização (Foto: Marina Pacheco) Katia Barbosa Lima, gerente técnica da área de imunização (Foto: Marina Pacheco)
secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Coimbra (Foto: Marina Pacheco)secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Coimbra (Foto: Marina Pacheco)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions