A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/01/2011 09:18

Ministério aprova rodovias de MS, mas alerta para 267 e fronteira

Nadyenka Castro

Vias estão em boas condições. A exceção é a 267 e perto do Paraguai

Relatório do Ministério dos Transportes sobre todas as rodovias federais do País aponta que a maioria dos trechos em Mato Grosso do Sul está em boas condições de tráfego. A exceção é para a BR-267, nas proximidades de Casa Verde e vias na fronteira.

De acordo com o relatório, as oito rodovias federais no Estado estão com asfalto bom, possuem boa sinalização horizontal e vertical e possuem acostamento. Por esses motivos o ministério as qualificou como Boa Viagem. Alguns trechos receberam a cor amarela, a qual indica Atenção.

Os piores trechos estão na BR-267, que faz divisa com o estado de São Paulo, e em vias da fronteira. Na 267, em Casa Verde, o local está em obras, a pista está irregular, a sinalização é regular, o tráfego de caminhões é intenso e há vários remendos no asfalto. Por isso, o Ministério dos Transportes orienta trafegar em baixa velocidade.

Nas faixas de fronteira – Sanga Puitã e Porto Murtinho, é preciso também mais cuidado por parte dos motoristas. Há trechos sem acostamentos, sinalização regular e obras.

O relatório aponta também que por conta da travessia de animais silvestres é preciso cuidados na BR-060 entre Jardim e Bela Vista; BR-060, em Camapuã e BR-262 entre Aquidauana e Corumbá. Nesta última, há também obras de restauração.

Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...


É uma vergonha nossas rodovias, vivem reformando, tapando buracos e sempre em péssima qualidade, o nosso comandante do DNIT, o senhor Marcelo Miranda não acompanha a qualidade dos serviços prestados pela empreiteiras, asfalto muito fino que causa a manutenção constante, a sinalização também é precária, deveria ser muito mais
sinalizado, falta zelo com o nosso dinheiro, com o dinheiro de nossos impostos, eu me pergunto até quando pessoas desqualificadas ficaram no comando de muitos órgãos de suma importância.
É uma vergonha nosso estado não ter uma rodovia duplicada, sabendo que somos corredor de exportação das cargas provenientes dos estados de MT/AC/AM, sobra para nos só os acidentes, que tem uma Freqüência muito alta nas nossas rodovias e cada vez mais violenta.
 
Macos Orejana em 15/01/2011 09:07:13
poxa e a rodovia Eldorado a Ponta Porã nossa isso é uma vergonha o que tem de buraco e sem sinalização não é brinquedo não...
 
Helton Santos em 15/01/2011 07:28:27
O assunto é BRs, porem vale a pena destacar a lentidão das obras de pavimentação da MS Bonito/Bodoquena, as obras estao praticamente paradas, são tres empresas, e esta impossivel passar com um carro pequeno nos desvios. Se há necessidade de ir de Bonito à Bodoquena, fica mais viavel dar a volta (Guia Lopes/Nioaque/Anastácio/Miranda), um absurdo!! Ninguem fala nada, as obras simplesmente nao andam.
 
João Luís em 14/01/2011 12:36:45
A RODOVIA ENTRE CHAPADAO DO SUL E CASSILANDIA ESTA COM MUITOS BURACOS NOS 95 KMS DE RODOVIA. MUITO CUIDADO E SE PUDER EVITAR, É MELHOR AINDA. SUGESTAO É IR POR AGUA CLARA E PARANAIBA ATE CASSILANDIA. O TECHO AUMENTA 100 KMS MAS É SUPER TRANQUILO.(com isso acaba evitando o trecho ate camapua da BR 163 que tem trafego intenso de carretas).
 
LUCIANO MARQUES em 14/01/2011 11:52:16
a rodovia entre ponta pora amambai e guaira esta um horror tambem, os motorista tem que ter muita paciencia e cautela
 
idalina s mascarenhas em 14/01/2011 10:14:59
Comentando sobre estradas, a estrada que liga Costa Rica MS a Alto Taquari no Mto Grosso esta praticamente toda asfaltada, faltando apenas 5 km para conclusao. Não sei se em função das chuvas de verao, mas as obras de termino esta parada e esses 5 km é extremamente escorregadio e é uma rodovia onde já há uma grande movimentação de caminhoes visto que a rota para goias via rondonopolis se tornava mais longe. Gostaria de pedir aos orgaos responsaveis para conclusao o mais urgente possível, pois vimos o sacrificio dos caminhoneiros com chuvas naquele trecho. Um abraço a todos.
 
Arlindo Sadao Sassaqui em 14/01/2011 10:01:03
Quem sabe um dia os inspetores do DNIT passem de fato na MS-306, entre Chapadão do Sul e Cassilândia, e vejam como aquilo está "boas condições de tráfego".

VERGONHA!!!
 
Marcelo Dias em 14/01/2011 08:32:10
Com relação à travessia de animais, é fato que os trechos de maior incidência de atropelamentos são aqueles próximos a córregos ou matas. A única forma de diminuir o alto índice de ocorrências seria colocar telas de proteção margeando a estrada pelo menos próximo a esses locais.
A UFMS já fez um estudo apontando os lugares críticos e fez até uma projeção de gastos, mas infelizmente o projeto foi vetado pelo governador André.
 
sergio tomé em 14/01/2011 05:52:00
É inacreditável que uma obra, que custou milhões,e com menos de um ano ,após ser REMENDADA por várias vezes, apresenta buracos e damificação do asfalto, acredito que os engenheiros do DENIT tenham observado a má qualidade do serviço
executado , principalmente no espaço que é do perimetro urbano .
 
Francisco Pelegrini em 14/01/2011 04:21:33
Para chegar a Paranhos hoje você trafega numa rodovia de 58 km impecavél, com uma malha viaria asfaltica de alta qualidade e com sinalização de primeiro mundo. Porém após chegar ao trevo do entrocamento da MS 156 a situação é precária, onde a MS 156 que liga Eldorado até Ponta Porã está em pessimas condições de trafegos, com muitas buracos e quase sem nenhuma sinalização e acostamento, dificultando assim o trafego e colocando em risco a vida de quem dela necessita.
 
Antonio Pereira Dantas em 14/01/2011 03:20:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions