A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/12/2013 12:37

Ministério da Justiça divulga hoje comunicado sobre demarcação de terras

Kleber Clajus

Políticos, produtores rurais e indígenas aguardam com expectativa comunicado do Ministério da Justiça, a ser divulgado nesta segunda-feira (23), sobre regras para indenizar as terras a serem demarcadas como indígenas na região da Fazenda Buriti, entre os municípios de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti.

O senador Delcídio do Amaral (PT) esteve reunido com o ministro, José Eduardo Cardozo, no sábado (21) e teve dele confirmação de encaminhamento para solução do conflito por terras no Estado.

“Estamos aguardando, ansiosamente, comunicado do ministério da Justiça sobre o encaminhamento das soluções para os conflitos de terras em MS, conforme afirmado pelo ministro José Eduardo Cardozo em conversa comigo no último sábado. A conferir”, ressaltou Delcídio em sua página no Facebook.

O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, reforça a importância de um posicionamento antes do término do ano para que o Governo Federal possa ter assegurada novamente sua credibilidade entre os produtores e indígenas.

“É um fato importante formatar um norte no caso das demarcações para que cessem as invasões, em especial no Cone Sul, que nos preocupam muito. A Buriti servirá como modelo para o futuro das indenizações. Ficaria feliz se isso fosse resolvido antes do Natal”, pontua Maia.

Já o proprietário da Fazenda Buriti e ex-deputado estadual, Ricardo Bacha, a angústia dos proprietários que dura desde junho pode estar próxima do fim. Para ele, se não houver acerto agora a situação se converterá mais perigosa.

Neste momento, de acordo com a Acrissul, há no Estado 80 áreas retomadas por indígenas.

(Alterada para correção de informação às 13h27)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions