A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/09/2013 14:24

Ministério Público denuncia acusado de render 10 para roubar caminhonetes

Lidiane Kober
Corpos de quatro criminosos foram transportados em caminhonete (Foto: Dourados News)Corpos de quatro criminosos foram transportados em caminhonete (Foto: Dourados News)

O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou, nesta sexta-feira (13), Gilson Rodrigues Rosa, 20 anos, um dos sobreviventes de quadrilha acusada de render 10 pessoas para roubar três caminhonetes, em Nova Alvorada do Sul, a 120 quilômetros da Capital. O grupo chegou a deixar cinco vítimas em cativeiro e cinco assaltantes acabaram mortos em confronto com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira).

A denúncia partiu do promotor Luiz Eduardo de Souza Sant’ Anna Pinheiro, da comarca de Nova Alvorada do Sul. Ele alega que Gilson “associou-se, em quadrilha ou bando, de forma estável e permanente com os demais coautores, utilizando-se de inúmeras armas de fogo para o fim de cometerem crimes de índole patrimonial, no caso, a consecução de assaltos a camionetes para posterior revenda e desmanches, visando angariar fundos para organização criminosa que integra”.

A suspeita da Polícia é de que pelo menos 10 pessoas estejam envolvidas no roubo. O primeiro a ser preso foi Gilson, que era o responsável pelo cativeiro. Ele foi localizado durante perseguição policial, com armas e os pertences das vítimas. A quadrilha, ainda segundo a Polícia, atuava no ramo de roubo de veículos. Quatro pessoas ainda estão foragidas.

O crime, ocorrido em 16 de agosto, teve repercussão estadual pela ousadia dos bandidos e por envolver vítimas conhecidas na região. Os bandidos fecharam a ponte sobre o rio Anhanduí, na BR-163, e roubaram três veículos, uma Mitsubishi L-200 Triton, uma Ford F350 e uma Ford F4000. Dez vítimas foram rendidas, e cinco delas, mantidas em cativeiro próximo da BR-163. O restante foi levado junto com os veículos e abandonados na rodovia.

Quatro dias depois do crime, policiais do DOF e da DEFRON (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) se defrontaram com os criminosos em esconderijo em Nova Alvorada do Sul. A quadrilha, fortemente armada, reagiu à ação policial e Ademir de Oliveira Lopes de Melo (Demi), Alessandro dos Anjos Nascimento (Lixa), Bruno Felipe de Camargo (Paulista ou Leite Moça), Carlos Alberto Matos de Almeida (Bijula) e de Samir Rassalan da Silva (Samir Turco) acabaram mortos.

Quadrilha rende dez pessoas e rouba três veículos em Nova Alvorada do Sul
Uma quadrilha especializada em roubo de veículos rendeu e manteve em cativeiro dez pessoas, que passaram por momentos de terror hoje em Nova Alvorada...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions