A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/05/2010 17:16

Ministro da Justiça diz que desconhecia escutas em MS

Redação

O presidente da OAB/Seccional de Mato Grosso do Sul esteve reunido hoje com o Ministro da Justiça Luiz Paulo Barreto para falar sobre as escutas telefônicas dentro dos presídios federais do País.

Segundo Leonardo Duarte, durante a conversa, o ministro garantiu que não sabe da existência de qualquer equipamento de escutas instalados nas unidades, apesar disso ter sido comprovado no presídio de Campo Grande.

O presidente da entidade, disse que o ministro assegurou à OAB que irá pedir providenciar da AGU (Advocacia Geral da União), para verificar a denúncia.

Duarte lembra que na lei de execução penal não há nada explicito que proíba a gravação na sala de visita, já no caso do parlatório só se o advogado estiver sendo investigado.

Matéria de hoje do Radar On Line, da revista Veja, revela que em pelo menos quatro ocasiões, a Justiça Federal no Mato Grosso do Sul mandou grampear conversas entre presos e advogados dentro do presídio federal de Campo Grande.

Um dos alvos da conversa foi Antônio Jussivan dos Santos, o Alemão, condenado depois do furto milionário do Banco Central de Fortaleza, em 2005. O monitoramento teria começado em 2008.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions