ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Ministro da Justiça diz que desconhecia escutas em MS

Redação | 19/05/2010 17:16

O presidente da OAB/Seccional de Mato Grosso do Sul esteve reunido hoje com o Ministro da Justiça Luiz Paulo Barreto para falar sobre as escutas telefônicas dentro dos presídios federais do País.

Segundo Leonardo Duarte, durante a conversa, o ministro garantiu que não sabe da existência de qualquer equipamento de escutas instalados nas unidades, apesar disso ter sido comprovado no presídio de Campo Grande.

O presidente da entidade, disse que o ministro assegurou à OAB que irá pedir providenciar da AGU (Advocacia Geral da União), para verificar a denúncia.

Duarte lembra que na lei de execução penal não há nada explicito que proíba a gravação na sala de visita, já no caso do parlatório só se o advogado estiver sendo investigado.

Matéria de hoje do Radar On Line, da revista Veja, revela que em pelo menos quatro ocasiões, a Justiça Federal no Mato Grosso do Sul mandou grampear conversas entre presos e advogados dentro do presídio federal de Campo Grande.

Um dos alvos da conversa foi Antônio Jussivan dos Santos, o Alemão, condenado depois do furto milionário do Banco Central de Fortaleza, em 2005. O monitoramento teria começado em 2008.

Nos siga no Google Notícias