A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Março de 2019

17/04/2018 07:51

Morre Jorge Haddad, engenheiro e ex-secretário de Obras da Capital

Anahi Zurutuza
Jorge Haddad posa para foto com as filhas (Foto: Arquivo de Família)Jorge Haddad posa para foto com as filhas (Foto: Arquivo de Família)
Foto que Jorge Haddad usava no perfil do WhatsApp (Foto: Arquivo pessoal)Foto que Jorge Haddad usava no perfil do WhatsApp (Foto: Arquivo pessoal)

O engenheiro e empresário Jorge Haddad morreu aos 68 anos no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo (SP). Segundo familiares e amigos, ele estava em tratamento há meses.

Haddad, que foi secretário municipal de Obras e Governo na gestão de Lúdio Coelho, prefeito de Campo Grande de 1983 a 1992, teve câncer no pulmão, dentre outros problemas de saúde. “Ele estava doente há bastante tempo”, foi o que conseguiu informar o irmão David Haddad Neto.

Pelo Facebook, a filha prestou homenagem. “Hoje, ele morreu. Depois de lutar um bocado pela vida. Aqui, além de uma gratidão enorme por tudo o que ele nos ofereceu, fica a lembrança de que tudo é impermanente, de que nosso tempo de vida é incerto. Que a gente possa então se conectar a cada momento com aquilo que é mais importante e genuíno, sempre. Te amamos, pai”. 

Pelo amigo e advogado, André Borges, ele é lembrado como “um homem essencialmente bom e atencioso”. “Um engenheiro inteligente, empresário, investidor, sempre próximo dos amigos e da família, sempre pronto para ouvir e dar conselhos, daquelas pessoas que farão falta nesse mundo problemático e cheio de conflitos”, afirmou ao Campo Grande News.

O empresário e investidor era sócio do irmão na Haddad Engenheiros Associados, construtora responsável pela construção do prédio onde fica a Câmara de Campo Grande e dona de vários outros imóveis na Capital. 

O velório está marcado para começar às 10h, no Cemitério Parque das Primaveras, em Campo Grande.

Força Nacional é mantida em Mato Grosso do Sul por mais 90 dias
Agentes da Força Nacional de Segurança Pública que estão em Mato Grosso do Sul desde junho de 2016 vão continuar na região por, pelo menos, mais 90 d...
Enquete mostra que 84% das pessoas conhecem alguma vítima de violência doméstica
A maioria dos participantes da enquete desta semana conhece alguma pessoa que tenha sido vítima de violência doméstica. O assunto foi abordado em dec...


Meus pêsames a família.
Era um bom sujeito, sempre procurava ajudar as pessoas.
 
Guilherme Müller em 17/04/2018 09:30:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions