A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/12/2009 11:04

Mortes no Natal revelam repetição de problemas antigos

Redação

As cinco mortes ocorridas de ontem para hoje em Campo Grande, em pleno dia de Natal, revelam claramente a repetição de problemas antigos, como o uso indiscriminado de drogas e álcool e a utilização de armas por pessoas não habilitadas, principalmente no trânsito.

Dos cinco homicídios, um ocorreu após uma briga entre irmãos, que estavam visivelmente alcoolizados. Em outro caso, um homem foi morto a pauladas, depois de participar de uma festa, regada a bebidas.

Na terceira ocorrência, um homem foi assassinado após se envolver em uma briga. Outros dois casos podem estar relacionados a "acertos de contas", segundo a Polícia.

Comandante do Policiamento Metropolitano de Campo Grande, o coronel Sebastião Henrique Oliveira Bueno afirma que a junção de drogas, álcool e mais de 1.000 presos soltos na Capital foi "bombástica" para o aumento da incidência de homicídios nesta época do ano.

"Ainda não fizemos um levantamento, pra saber se esses crimes têm ligação com a soltura dos presos, mas podemos adiantar que liberar cerca de mil detentos é um absurdo, com certeza tem alguma coisa a ver, a Polícia não consegue conter isso", disparou.

Bueno enfatizou que a Polícia Militar armou todo um esquema para conter a criminalidade nesta época do Natal, mas que no ano novo o policiamento ostensivo terá de ser intensificado.

"A PM trabalha com a evolução dos crimes, vamos fazer abordagem direta, buscar armas, temos que tirar essas armas ilegais que estão circulando pela cidade", declarou.

Apesar de não ter certeza da relação entre os crimes ocorridos neste Natal com a soltura dos presos, Bueno ressalta que estes detentos, quando são soltos, costumam aproveitar a oportunidade para fazer as conhecidas "correrias", ou seja, acerto de contas.

"São cobranças de droga, de dinheiro, acerto de contas. As famílias dessas pessoas precisam das coisas, eles não têm condições de dar, então isso tudo acaba resultando em criminalidade", detalhou.

O chefe do policiamento também alertou a população para redobrar os cuidados com segurança pessoal nesta época do ano, em que há aumento expressivo da criminalidade na Capital.

Cinco casos

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions