A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

12/04/2013 18:17

Motorista de Uno, que atropelou e matou guarda, usava nome de morto

Viviane Oliveira e Helton Verão
Delegado mostra a foto de Ramão, que esta foragido. (Foto: Vanderlei Aparecido. Delegado mostra a foto de Ramão, que esta foragido. (Foto: Vanderlei Aparecido.
O acidente foi na última quarta-feira (10) na Vila Doutor Albuquerque. (Foto: João Garrigó)O acidente foi na última quarta-feira (10) na Vila Doutor Albuquerque. (Foto: João Garrigó)

O motorista, que está foragido, envolvido no acidente que provocou a morte do guarda municipal Cristiano Gomes Del Piccharia, de 27 anos, se chama Ramão Sartutino de Lacerda, de 57 anos. No momento do acidente ele usava documento falso do cunhado, João Antônio Retamozo, de 52 anos, que desapareceu no Paraguai há 8 anos e foi dado como morto.

O acidente foi na quarta-feira (10) na rua Doutor Werneck, no bairro Doutor Albuquerque, em Campo Grande. O Uno que Ramão conduzia seguia pela rua Júlio Verne e ele não respeitou a sinalização de Pare.

O delegado da 4ª Delegacia de Polícia Civil, Thiago Macedo dos Santos, disse que já ouviu nove pessoas sobre o caso, entre elas a mulher de Ramão e o dono do carro envolvido no acidente. No dia do acidente, Ramão havia emprestado o veículo para buscar a mulher no serviço.

“Ele andou por 20 metros do ponto da colisão, foi quando não deu mais e acabou abandonando o veículo e fugindo a pé”, disse o delegado.

Ramão tem pelo menos três mandados de prisão por estelionato. Conforme a Polícia, ele havia feito um documento com a foto dele, mas os dados eram do cunhado.

O motorista, que morava no Jardim Botafogo, vai responder por omissão de socorro e por homicídio doloso, quando há intenção de matar. A mulher do autor, disse que ele trabalhava de forma informal e que já mudou várias vezes de cidade.

O delegado pede ajuda da população para localizar Ramão. Quem tiver informação dele pode ligar para os telefones (67) 3398-2500 / 3398-2501 / 3398-2502.

Acidente - Cristiano seguia pela rua Doutor Werneck, quando foi atingido pelo Fiat Uno, conduzido por Ramão, que não respeitou o sinal de Pare. Com a pancada, o corpo de Cristiano foi parar a oito metros do veículo.

Os bombeiros suspeitam que o veículo tenha arrastado Cristiano pelo pára-brisa e passado por cima da vítima, posteriormente. Essa versão não foi confirmada pela Polícia.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...


ESTE ACIDENTE FOI HORRIVEL E É MAIS ATERRORIZANTE QUANDO ACONTECE PERTO DA GENTE, MORO PROXIMO AO LOCAL E ESTE CRUZAMENTO É UM PERIGO NINGUEM RESPEITA VELOCIDADE NEM SINALIZAÇÃO ONIBUS MESMO DESCE EM UMA VELOCIDADE ABSURDA, O PIOR É QUE CRIANÇAS PASSAM POR LA O TEMPO TODO PEDIMOS COM URGENCIA ESTALAÇÃO DE REDUTOR DE VELOCIDADE POIS SEMAFORO NAO RESOLVE... SENÃO MAIS FAMILIAS IRAO CHORAR JA E A SEGUNDA MORTE ALI.
 
FABIANA M ANDRADE em 13/04/2013 22:38:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions