A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

20/09/2010 09:21

Motorista enfrenta trânsito caótico com interdição da MT

Redação

A interdição do já problemático cruzamento da avenida Mato Grosso com a Via Parque, em Campo Grande, causou congestionamento nas ruas do entorno, oferecidas como opção aos motoristas.

O ponto com maior estrangulamento, portanto de maior dor de cabeça para os condutores, foi a rua Antônio Maria Coelho. Estreita, a rua não comporta o grande fluxo de veículos nos dois sentidos.

"O trânsito está horrível. Tinha que ter outra via para tirar esse movimento daqui com a avenida interditada", reclama o microempresário Abel Almeida, de 50 anos, que levou dez minutos para percorrer o pequeno trecho entre a Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) até a avenida Via Parque.

A lentidão também foi alvo de críticas do encarregado de obras Orni Rodrigues, de 35 anos. "Com esse movimento está difícil, tinha que ter outra via", sugere.

"Hoje, deu mais de um quilômetro de congestionamento", afirma o presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, que foi ao local.

Plano B - Segundo ele, a orientação é que os condutores que venham do Parque dos Poderes e do Carandá Bosque em direção ao Centro passem pelo parque até a acessar a avenida Afonso Pena. "O trecho é maior, mas o caminho é o ideal", salienta.

Para quem se dirige ao Parque dos Poderes, o trajeto deve ser pela Antônio Maria Coelho. Por enquanto, a Agetran descarta transformar o trecho da Antônio Maria Coelho em mão única. Outra opção para quem vem do bairro Carandá Bosque é a rua Kame Takaiashi.

A Agetran já alterou o tempo do semáforo no cruzamento da Via Parque com Antônio Maria Coelho e vai reforçar as placas de orientação. Outra alternativa estudada é proibir estacionamento na Antônio Maria Coelho.

Efeito - O trânsito caótico também teve reflexos em ruas de bairros no entorno da Via Parque. A estreita rua Henrique Aragão, no Jardim Polonês, está recebendo ônibus do transporte coletivo. Agentes de trânsito vão para o local todas as manhãs até o fim da obra. A ação é uma tentativa de organizar o trânsito.

A interdição começou no sábado e deve acabar só em dezembro, prazo para conlusão da obra de combate a enchente. Para pôr fim aos alagamentos, o tubo ármico está sendo trocado por uma galeria de concreto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions