A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

16/09/2010 10:10

MPE decide até amanhã se denuncia sequestradora de bebê

Redação

O promotor Paulo Yunes decide até amanhã se denuncia por sequestro e cárcere privado Regina Célia Gomes, 30 anos, que no dia 06 de setembro levou do HU (Hospital Universitário) um bebê recém-nascido.

O inquérito policial feito pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi relatado dia 14 e já está no MPE (Ministério Público Estadual).

Segundo a assessoria de imprensa do MPE, o promotor deve analisar o caso e já emitir o parecer amanhã.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil revela que 11 pessoas prestaram depoimento.

No entanto, o inquérito tinha objetivo único de apurar a responsabilidade de Regina no sequestro da pequena Keyla, retirada da mãe, Laudinéia Alves, que estava internada no HU (Hospital Universitário).

A assessoria esclarece que caberá ao hospital, por meio de sindicância, esclarecer se houve negligência de funcionários.

Em depoimento à Polícia Civil, no dia da prisão, 06 de setembro, ela disse que entrou e saiu pela porta da frente.

Regina ressaltou ainda que em momento algum foi abordada por trabalhadores da unidade médica.

Regina foi capturada quando estava no posto de saúde do Bairro Moreninhas, onde fazia acompanhamento médico da menina.

A Polícia conseguiu chegar a ela após depoimento do taxista e do mototaxista que falaram com Regina depois do rapto.

Regina queria transportar o bebê na moto e o mototaxista sugeriu o táxi. Os dois prestaram depoimento à Polícia.

Regina está no Presídio Feminino Irmã Irma Zorzi. Ela sequestrou a menina Keyla porque perdeu um bebê durante a gestação e mentiu ao marido a gravidez.

Ela tem três meninos e queria uma filha.

Primeiro de 3 sorteios da Mega na semana acumula em R$ 7,5 milhões
O primeiro dos três sorteios da "Mega Semana dos Pais" realizado nesta terça-feira (14) em Coribe, na Bahia, acumulou. O próximo acontece na quinta-f...
Câmara aprova texto que permite à polícia agir para proteger mulheres
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (14) uma proposta que autoriza, em caráter emergencial, delegados e policiais a decidir sobre medida...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions