A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/02/2009 11:17

MPE denuncia índios por formação de quadrilha armada

Redação

O promotor de Justiça João Linhares Júnior ofereceu denúncia, nesta quinta-feira, contra o cacique Carlito de Oliveira e outros indígenas por formação de quadrilha armada e receptação dolosa.

Os índios haviam sido presos em flagrante, no dia 12, no acampamento Passo Piraju, em Dourados, acusados de furto na casa de um sargento da Polícia Militar. Com eles, foram encontradas munições e uma espingarda.

Além do líder Carlito, foram denunciados Estevo Duarte, Nilson Duarte, a esposa de Carlito, Plácida Benitez, e o filho, Lindomar Brites de Oliveira.

Os indígenas são acusados de furtar colchões, fogão, freezer, talheres, botijão de gás e prateleiras de cozinha, entre outras coisas.

Carlito e o filho Lindomar também são acusados de matar, no dia 1º de abril de 2006, os policiais civis Rodrigo Pereira Lorenzatto e Ronilson Magalhães Bertie, além de tentar assassinar Emerson José Gadane. O processo tramita na Justiça Federal.

Os índios estão presos na penitenciária Harry Amorin Costa, com exceção de Lindomar, que está foragido.

Eles estão sujeitos a pena de reclusão de 2 a 6 anos por formação de quadrilha e de 1 a 4 anos por receptação dolosa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions