A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/06/2010 14:04

MPF inicia ações para atender brasiguaios de Itaquiraí

Redação

Os brasileiros que deixaram o Paraguai e que montaram uma verdadeira cidade às margens da BR-163 próximo a Itaquiraí, no sul do Estado, começaram a receber as primeiras ações de atendimento organizadas pelo MPF (Ministério Público Federal) de Dourados (MS). Uma das atividades primárias é a emissão de documentos para quem possuía registro apenas no Paraguai.

A estimativa é que 463 famílias de brasiguaios estejam vivendo em condições precárias no acampamento. Em nota, o MPF afirma que a situação dos brasiguaios é complexa.

A maioria não possui documentos, a infraestrutura no acampamento é inexistente, as crianças não possuem condições de freqüentar uma escola regular e a sobrevivência se dá por doações, cestas básicas fornecidas pela prefeitura de Itaquiraí e da renda de trabalho informal na região.

O MPF solicitou ao Ministério das Relações Exteriores para que providencie os documentos para os trabalhadores acampados em Itaquiraí. Somente com registro civil legalizado é possível inserir os brasiguaios no Programa Nacional de Reforma Agrária. Muitos sequer têm um registro de nascimento e outros perderam os documentos na fuga do Paraguai para terras brasileiras.

De acordo com Incra (Instituto de Colonização e Reforma Agrária), além das famílias já instaladas, outras 2.000 estariam dispostas a deixar o Paraguai.

Segurança

Governo altera datas de teste físico de concurso da Polícia Civil
Foram alteradas as datas para realização da avaliação de aptidão física dos candidatos que continuam a participar do conurso público para escrivão e ...
Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions