A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

14/06/2010 12:00

MPF quer que concurso da UFGD anule questões copiadas

Redação

O MPF (Ministério Público Federal) recomendou que a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) anule 15 questões no concurso para o Hospital Universitário.

A prova foi realizada em abril. As questões que deverão ser anuladas não eram inéditas, o que contraria o regulamento do concurso. A UFGD deverá publicar o resultado final com a nova classificação, concedendo a pontuação das questões anuladas a todos os candidatos.

O regulamento do concurso determinava que a Universidade Federal de Goiás deveria elaborar as provas objetivas para todos os cargos, que teriam 2355 questões inéditas.

No entanto, candidatos denunciaram ao MPF a ocorrência de plágio em 18 questões da prova para técnico em enfermagem. As questões teriam sido copiadas do livro "Perguntas e Respostas Comentadas de Enfermagem", de Andréia Patrícia Gomes e colaboradores, da Editora Rubio.

O MPF constatou que 15 questões eram cópias idênticas do livro ou com pequenas alterações, como inversão na ordem das alternativas ou substituição de elementos gramaticais, "com o fim de dissimular o plágio".

"Não houve justificativa plausível da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação da UFGD acerca das coincidências entre as questões da prova e aquelas dispostas no referido livro, restando, pelo contrário, ainda mais evidenciado que as questões da prova foram copiadas", ressalta o procurador da República Raphael Otávio Bueno dos Santos.

O concurso também foi alvo de denúncia por ter convocado quatro candidatos para as provas de títulos sem terem sido aprovados nas provas anteriores. A UFGD esclareceu que se trata de candidatos deficientes físicos, aprovados para as vagas reservadas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions