ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

MPF quer que concurso da UFGD anule questões copiadas

Redação | 14/06/2010 12:00

O MPF (Ministério Público Federal) recomendou que a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) anule 15 questões no concurso para o Hospital Universitário.

A prova foi realizada em abril. As questões que deverão ser anuladas não eram inéditas, o que contraria o regulamento do concurso. A UFGD deverá publicar o resultado final com a nova classificação, concedendo a pontuação das questões anuladas a todos os candidatos.

O regulamento do concurso determinava que a Universidade Federal de Goiás deveria elaborar as provas objetivas para todos os cargos, que teriam 2355 questões inéditas.

No entanto, candidatos denunciaram ao MPF a ocorrência de plágio em 18 questões da prova para técnico em enfermagem. As questões teriam sido copiadas do livro "Perguntas e Respostas Comentadas de Enfermagem", de Andréia Patrícia Gomes e colaboradores, da Editora Rubio.

O MPF constatou que 15 questões eram cópias idênticas do livro ou com pequenas alterações, como inversão na ordem das alternativas ou substituição de elementos gramaticais, "com o fim de dissimular o plágio".

"Não houve justificativa plausível da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação da UFGD acerca das coincidências entre as questões da prova e aquelas dispostas no referido livro, restando, pelo contrário, ainda mais evidenciado que as questões da prova foram copiadas", ressalta o procurador da República Raphael Otávio Bueno dos Santos.

O concurso também foi alvo de denúncia por ter convocado quatro candidatos para as provas de títulos sem terem sido aprovados nas provas anteriores. A UFGD esclareceu que se trata de candidatos deficientes físicos, aprovados para as vagas reservadas.

Nos siga no Google Notícias