A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/01/2015 17:12

MS enfrenta nova bolha de calor e assunto vira piada nas redes sociais

Ricardo Campos Jr.
Estátua da Havan sem roupas por causa do calor (Foto: reprodução/redes sociais)Estátua da Havan sem roupas por causa do calor (Foto: reprodução/redes sociais)
Casa de João de Barro com ar condicionado (Foto: reprodução / redes sociais)Casa de João de Barro com ar condicionado (Foto: reprodução / redes sociais)

 A segunda “bolha de calor” com influência em Mato Grosso do Sul em menos de três meses é motivo de piadas nas redes sociais. As temperaturas quentes dos últimos dias, que tanto incomodam a população, são retratadas, por exemplo, em uma charge com a estátua da liberdade da Havan sem roupas por conta do calor. Em outra, uma casa de joão de barro equipada com ar condicionado.

Enquanto isso, a população continua usando as velhas armas para combater o tempo quente: uma boa sombra, água e um copo de tereré. É assim que o caminhoneiro Adilson Firmino, 41 anos, esperava por serviço na Avenida Gunter Hans junto com um colega.

“É assim mesmo, quando não estamos trabalhando, estamos aqui, tomando um tereré, uma água fresca”. Ele diz que hoje a temperatura está mais amena, mas ontem era “insuportável”. “O calor está bem forte, está bem alterado”, diz.

A explicação que o meteorologista Franco Vilela é que, diferente do que ocorreu ano passado, quando houve recorde na quantidade de dias que durou a bolha de calor, desta vez o fenômeno está deixando passar um pouco de umidade vinda da Amazônia.

Esse sistema de alta pressão, que está localizado nos níveis médios da atmosfera, dificulta a formação de chuvas generalizadas. O que acontece são pancadas esporádicas, rápidas, em lugares pontuais e por vezes fortes. Para esta quarta, por exemplo, há previsão de granizo entre o fim da tarde e início da noite.

A temperatura hoje à tarde, segundo boletim do Inmet, varia entre 35°C e 34°C durante a tarde em Campo Grande e entre 38°C e 40°C na região do Pantanal. A previsão de meteorologista do Inmet é que a influência desse bloqueio dure pelo menos até o final da semana que vem.

“Esse sistema começou a agir no sudeste e cada vez mais vai se aproximando do centro-oeste. Está em atividade há pelo menos duas semanas. Para essa época do ano não é tão normal. Na verdade, até meados da semana que vem devemos estar com ele por aqui”, diz Vilela.

Caminhoneiro aproveita uma sombra e um tereré para amenizar calor (Foto: Marcos Ermínio)Caminhoneiro aproveita uma sombra e um tereré para amenizar calor (Foto: Marcos Ermínio)
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions