ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

MS já é o 2º Estado em reservas ecológicas privadas

Por Redação | 19/08/2008 12:54

Mato Grosso do Sul já é o segundo Estado com maior área preservada por RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural). São 128.199 hectares divididos em 37 reservas privadas.

O Estado só fica atrás do vizinho Mato Grosso 170.980 hectares de reservas. Somente neste mês de agosto já foram criadas três reservas, sendo uma delas RPPN Engenheiro Eliezer Batista, em Corumbá, que pertence ao Grupo MMX. A reserva protege 13 mil hectares e foi criada com apoio técnico da ONG Instituto Homem Pantaneiro.

A criação das RPPNs é fundamental para a conservação da biodiversidade, ainda mais em um estado como o Mato Grosso do Sul, onde 90% das terras pertencem a proprietários privados, explica Laércio Machado de Sousa, presidente da REPAMS (Associação dos Proprietários de RPPN de Mato Grosso do Sul).

Entre as vantagens apontadas na criação de uma RPPN, além da conservação ambiental em si, está o chamado seqüestro de carbono, possibilidade de comercializar créditos de carbono, criados pelo protocolo de Kyoto, prevendo que projetos de proteção ao ambiente recebam dinheiro de países com alto índice poluidor.

Além disso, os donos dessas áreas são isentos do ITR (Imposto Territorial Urbano, além da preferência em financiamentos e aprovação de projetos no Fundo Nacional do Meio Ambiente.

Nos siga no Google Notícias