A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/04/2008 15:50

MST cobra apuração da venda de lotes da reforma agrária

Redação

O MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra) cobrou do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) a investigação da venda de lotes que foram entregues para a reforma agrária em Mato Grosso do Sul. Conforme o representante do MST no Estado, Márcio Bissoli, existem muitas denúncias da venda de lotes por assentados.

O superintendente do Incra, Flodoaldo Alves, afirmou aos assentados que as denúncias sobre a venda serão encaminhadas à Polícia Federal. Alves disse que as acusações são, na maioria das vezes, informais. Ele cobrou denúncias por escrito. Hoje, o Incra investiga uma denúncia referente à venda de um lote no assentamento Teijin, em Nova Andradina, o segundo maior do Estado.

De acordo com o superintendente, em caso de constatação da venda, o Incra abre processo administrativo e encaminha o caso para a Polícia Federal. Se ficar constatada a comercialização dos lotes, o proprietários são responsabilizados criminalmente.

As investigações sobre venda de lotes constam de uma pauta de reivindicações com 17 itens apresentada pelo MST ao Incra nesta tarde. A reunião integra as atividades do

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions