ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Mulher é indiciada por ter matado bebê por asfixia

Por Redação | 11/08/2008 15:49

A mulher detida ontem em Corumbá, município localizado a 426 quilômetros de Campo Grande, sob suspeita de ter matado o próprio bebê foi indiciada hoje por homicídio culposo (sem intenção de matar).

De acordo com o delegado Jeferson Rosa, responsável pelo caso, a perícia constatou que a criança, uma menina de quatro meses e não de dois, como publicado anteriormente, morreu asfixiada, pois o corpo apresentava marcas roxas na face e nas costas.

Nilda Regina Sandoval Mercado, de 42 anos, colocou a criança para dormir na mesma cama em que havia se deitado e acabou se virando e deitando sobre a menina. Ela afirma ter outros três filhos, de 28, 19 e nove anos, e segundo relatos de vizinhos, este não é o primeiro caso de um filho morto sob os cuidados dela.

A Polícia Militar, acionada para a ocorrência no domingo, encontrou Nilda em visível estado de embriaguez, além de ter recolhido papelotes vazios de pasta base de cocaína e objetos que serviriam para o consumo de drogas em sua residência.

Um homem identificado como

Nos siga no Google Notícias