A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/08/2013 16:16

Multinacional espanhola pode assumir coleta emergencial do lixo na Capital

Edivaldo Bitencourt
Bernal busca respaldo para cancelar contrato de lixo (Foto: Marcos Ermínio)Bernal busca respaldo para cancelar contrato de lixo (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), estuda romper o contrato de coleta de lixo com a CG Solurb, mas espera aval do Ministério Público Estadual para firmar contrato emergencial com outro grupo. Uma das empresas que podem assumir o serviço é a multinacional espanhola Proactiva, que tem sede em São Paulo (SP).

O grupo espanhol não é o único que pode firmar contrato emergencial com a Prefeitura da Capital em caso de rompimento. Também estão na mira a Vega Engenharia Ambiental, também multinacional, que já prestou serviços em Campo Grande por mais de duas décadas, e a Litucera.

O prefeito ainda não confirmou o rompimento com a Solurb, que venceu licitação no ano passado e tem a concessão da coleta do lixo por R$ 1,8 bilhão. Bernal atrasou o pagamento e colocou o contrato para ser analisado pela assessoria jurídica e pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos.

Uma das empresas pode ser a Proactiva, que atua em oito países da América Latina. No Brasil, o grupo atua em 24 municípios de Santa Catarina e outros 10 de São Paulo.

Segundo o coordenador de Licitações do grupo, Roni Vitorino, o grupo tem interesse em atuar em Campo Grande. No entanto, ele não confirmou a realização de reunião com o prefeito para discutir a possibilidade de assumir o contrato de emergência em Campo Grande.

No entanto, o prefeito nem ninguém da prefeitura confirmou o encontro com a Proactiva. A principal preocupação do prefeito é ter o respaldo do MPE para firmar um contrato de emergência e não ser alvo de ação de improbidade administrativa. Ele também teme ser acusado de favorecer um grupo no certame.



O pessoal vcs acham que os vereadores estão tão relutantes com o prefeito. Acho que perderam o bom bocado deles. Essas empresas viviam assim, vamos dizer de uma forma mais clara, financiando a política deles e agora acabou a mamata, por que o Sr. Prefeito não pactua com esse tipo de negociação. Agora se o sr. prefeito for dar um ctrl "c" e ctrl "v" , nos planos eleitorais deles com certeza não vai se reeleger o povo tá de olho bem aberto a essas questões.
 
jose carlos em 07/08/2013 08:42:15
Claudinei e lógico que vc viu caminhão da litucera, eles trabalham aqui em campo grande com a prefeitura... kkkkkkkk
E Luis se entrar uma empresa TOP multinacional o serviço prestado vai ser o mesmo, pq a maioria que trabalha hj na solurb vai trabalhar nessa tal de top ai...
 
Carlos Santos em 07/08/2013 08:14:41
Concordo com o Luis Castro, deve pagar o que deve e romper o contrato sim, todos tem maracutaia sim. O Bernal sempre esteve certo e as vezes demora analisando, mas to com Ele.
 
luiz alves em 07/08/2013 08:03:03
Vem ai mais emergencial e mais dinheiro correndo pelos cantos.
Licitação ? Só daqi a 4 anos. Vamos trazer gente de fora .
5 milhões de motivos $$$
sofre campo grande
E o MPE? E a Litcera do Waldir Neves?
 
marcelo loreiro em 07/08/2013 05:36:41
NÃO SEI SE É COINCIDÊNCIA MAIS JÁ VI UM CAMINHÃO DESSA LITUCERA RODANDO AQUI EM CG MESES ATRAS E ESTES DIAS VI DE NOVO ESTRANHO
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 06/08/2013 21:15:55
Tantas empresas TOP a nível internacional e justo uma criada aqui, com parentela de gente da ex administração que venceu. Ummm. Ta na cara que neste mato tem coelho. Tem que romper este contrato e fazer uma nova licitação. Porem pagar os atrasados, uma vez que o serviço foi feito, mesmo com estes DETALHES...
 
Luis Castro em 06/08/2013 17:58:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions