A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

31/08/2008 18:13

Na delegacia, menina reafirma que assassinou padastro

Redação

A criança de 9 anos e não 11 como divulgado anteriormente, suspeita de ter matado o padrasto hoje, em Campo Grande, foi ouvida por uma psicóloga do SOS Criança e uma conselheira tutelar da região Norte no começo desta noite.

Segundo o delegado de plantão na DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Rodrigo Vasconcelos Braga, o posicionamento da garota demonstra que ela pode estar falando a verdade sobre o assassinato.

De acordo com o que foi repassado ao delegado pelas profissionais, na entrevista técnica feita por elas, a menina aparentou tranqüilidade ao falar do caso, afirmando que matou Carlos Alberto Arruda Rodrigues, de 47 anos, e que não está protegendo um suposto crime cometido pela mãe, Rosemeire Oliveira Pereira, de 33 anos.

O delegado afirmou que será feito um relatório da conversa entre as profissionais e a criança, que fará parte das investigações. A mãe da menina ainda está sendo ouvida pela polícia e um inquérito será aberto após a ocorrência ser encaminhada, amanhã, à DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) ou à DEAIJ (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude).

A criança, no entanto, será entregue ao Conselho Tutelar até que seja decidida pela Justiça uma medida de proteção cabível.

Crime

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions