A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/02/2011 12:01

"Não sei de onde veio o tiro", diz juíza sobre acusação de tratar mal as pessoas

Marta Ferreira

Magistrada estranhou processo não ser sigiloso, como normalmente ocorre

A juíza durante apresentação de programa de rádio.A juíza durante apresentação de programa de rádio.

“Não sei de onde veio o tiro”. Com essa frase a juíza Luciane Buriasco definiu sua surpresa com a abertura de sindicância pela Corregedoria do TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul para investigar o comportamento dela, sob a alegação de que existem várias reclamações sobre desrespeito com funcionários, advogados e até pessoas que são partes em ações na comarca de Chapadão do Sul.

A primeira estranheza manifestada pela juíza foi o fato de a sindicância contra ela não ter recebido o mesmo tratamento que as investigações abertas contra colegas costumam ter: o sigilo. O TJ normalmente não publica o nome de juízes em investigação, mesmo em casos graves.

Normalmente, são publicadas apenas as iniciais. Um exemplo disso foi o caso que envolveu o juiz Marco Antônio Sanches, demitido após ser condenado por venda de sentença em Aquidauana. Até hoje ele recebe salário, por estar recorrendo da decisão nas instâncias superiores.

Apesar de não ter tido o nome preservado como costuma ocorrer, a juíza diz que não pretende adotar providências contra a Corregedoria do Tribunal. Segundo ela, ao contrário disso, vai tornar público o andamento da investigação contra ela, para mostrar que a acusação não procede.

Luciane Buriasco tem 34 anos e é juíza há 9. Assumiu em Amambai, atuou também em Bonito e há 4 está em Chapadão do Sul. Ela diz que, neste período, só soube da reclamação de uma funcionária, a quem chamou a atenção por um problema no trabalho.

Ela acredita que apenas essa reclamação, subscrita por outros funcionários, possa ter ido parar na Corregedoria do TJ. “Desconheço reclamações de advogados, com quem tenho uma boa convivência”.

Na reportagem feita ontem sobre o assunto, foram feitos comentários de advogados defendendo a magistrada. A entrevista por telefone revelou uma pessoa bastante cortez. A juíza fez contato com a redação por e-mail e ligou de seu celular para conversar com a reportagem.

Atuação- Indagada se as sentenças que deu envolvendo políticos poderiam ter motivado algum tipo de perseguição, ela diz que pode até ser, mas não fecha questão.

Jovem, bonita e responsável por decisões que podem mudar a vida das pessoas, a magistrada evita falar sobre estar sendo vítima de inveja. “Realmente não sei de onde veio o tiro”.

Ela fez uma correção em relação à reportagem publicada ontem pelo Campo Grande News informando que não foi dela a decisão que tirou do cargo o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Eduardo Belloti, no ano passado. “Essa decisão não foi proferida por mim”.

Quanto à decisão que tirou os direitos políticos do prefeito Jocelito Krug, a magistrada diz que foi a responsável, e que a sentença ainda está valendo. O recurso não foi julgado na segunda instância, o TJ.

No caso dos dois políticos, a magistrada diz acreditar que tem uma boa relação.

No passado, a magistrada teve problemas com o ex-governador Zeca do PT, por causa de decisões dadas em Bonito.

Sobre sua participação da vida social de Chapadão do Sul, a magistrada diz ter sido muito bem recebida na cidade e que faz questão de freqüentar os eventos sociais sempre que pode.

Ela disse que o programa de rádio que apresenta, chamado Cultura Ativa, foi uma iniciativa pessoal, mas que também serve de aproximação do Judiciário da sociedade. “Os temas são variados, mas acabamos respondendo muitas perguntas sobre Justiça, porque é inevitável.

E agora? Luciane Buriasco soube da sindicância pela imprensa e pelo Diário da Justiça. Ela disse que vai aguardar ser comunicada oficialmente para conhecer os motivos alegados e poder fazer sua defesa.

A portaria que abriu a sindicância, publicada ontem no Diário Oficial da Justiça, foi um dos últimos atos do desembargador Josué de Oliveira, que deixou a função para assumir a presidência do TRE (Tribunal Regional Eleitoral).



Estou muito indignado com tudo isso.Quando surge alguém que pretende colocar os pingos nos "is", logo vem alguém para se opor,pois não quer que a justiça triunfe.
É claro que o que estão fazendo com a Dra Luciane é armação politica. Quando trata-se de peixe grande, o peixe tem sempre um padrinho la no poder.
Conhece a Dra desde que chegou a Chapadão do Sul, e duvido que aqui na cidade tenha alguém que não goste da mesma. Tem sido com todos, além de competente, muito respeitadora.Portanto, o autor da denuncia ao não achar um pézinho, ou uma falha da Meritissima, achou então de acusa-la de maus tratos.Ora senhores politicos, andem na linha que nunca terão problemas com a justiça.

Andre Luiz Dias Coelho
 
Andre Luiz Dias Coelho em 04/02/2011 10:29:33
Como há pessoas ignorantes que fazem comentários sobre assuntos que não tem o mínimo conhecimento.
Companheiros.. existe muita influência oculta pelos bastidores dos nossos Poderes do Estado... como nunca antes na história do nosso país. O Brasil tem os representantes que merece, espelho do povo!!
 
Ricardo Sampaio em 03/02/2011 12:10:45
"a magistrada evita falar sobre estar sendo vítima de inveja", da reportagem, mas... Se vc está mirando um alvo, já tem aquelas pessoas imaginando onde vc irá chegar. Elas te admiram, mas o reação delas é assim.
 
Reinaldo Rios Melgarejo em 02/02/2011 09:40:18
Lendo os diversos comentários postados, eu percebo que a sindicância que foi aberta para apurar os fatos não terá muito trabalho em perceber que tudo isso não passou de uma denúncia anônima infundada, visto que os próprios operadores do direito que atuam na região, assim como servidores públicos e demais cidadãos, saíram em defesa da magistrada. Há de se ter muito cuidado com denúncias apócrifas, pois, podem ter sentido, mas, também, podem ter o objetivo de macular a imagem de alguém por razões diversas.
 
Fábio Garcete de Almeida - Advogado. em 02/02/2011 08:53:41
NOSSA ELA É UMA SANTA!!!!!!!
GERALMENTE JUIZ É O DEUS NA TERRA, A CORREGEDORIA ESTÁ AI PARA ISSO.
 
gustavo preza reno em 02/02/2011 08:22:33
Dra talves estejas mexendo numa grande ferida por ai, ao qual algumas pessoas nao deixam ninguem se enfiltrar, temem por alguma resistencia, nao se entimide , va em frente derruba estas barreiras podres que ainda existem, ditadores do judiciario, parabens grande abraço. Paulo
 
paulo luiz em 02/02/2011 08:08:48
DRA A SENHORA NÃO DEVE DAR OUVIDO PRA INVEJA E FOFOCA POVO QUE NÃO TEM O QUE FAZER LEVANTA A CABEÇA E DEPOIS DESCOBRE ESSE POVO A TOA QUE NÃO TEM O QUE FAZER E COLOQUE TODOS NA JUSTIÇA PELA SUA EXPOSIÇÃO DEVIDO A FOFOCAS PESSOAS HONESTAS E JUSTAS COMO A SENHORA SÓ INCOMODA QUEM NÃO TRABALHA A SENHORA É SEMPRE SERÁ UMA JUÍZA JUSTA E COLOCA ORDEM MESMO ABRAÇOS E PARABÉNS PELA SUA CARREIRA QUE JAMAIS ABALARÃO COM FOFOCAS...
 
Fernanda Muniz em 02/02/2011 05:59:05
Dra. Força ai, que isso passa.
A justiça se encarregará de provar sua inocencia.
Em caso de necessidade, sinta-se à vontade para convocar-nos como testemunhas de sua boa fé, educação, conhecimento e rigidez no trabalho.
Grande abraço.
 
Leandro Potrich em 02/02/2011 05:55:34
Trabalhei vários anos com a juiza em Bonito, sempre tratou muito a todos. È uma pessoa justa e correta,sempre me tratou com urbanidade e respeito, assim como os advogados da comarca e demais autoridades, Luciane era uma juiza muita querida pela comunidade local.
 
Fernando Lopes Nogueira ( delegado de Polícia, titular 5ª área, CG) em 02/02/2011 05:06:42
Com certeza nao passa de uma Juiza arrogante e prepotente..que usa da posição para desfazer das pessoas..se foi aberto a sindicancia há elementos..
 
Pablo Silva em 02/02/2011 04:59:55
Conheço a magistrada e nada tenho a reclamar em relação a seu comportamento com os advogados em todos as Comarcas pelas quais passou. Na verdade e como isso infelizmente tem sido rotina, se um Magistrado decide questões de cunho político, ofende interesses de pessoas interessadas nas irregularidades como se tem noticiado por todo o Brasil. Mas, como forma de perseguição, usa dos meios escusos de apadrinhamento para tentar desestabilizar aquele que age corretamente. Sra. Magistrada, vossa Excelência continue a ser como tem sido que certamente tudo isso não passará de intriga de pessoas que realmente tem telhado de vidro. Conheço outros casos dentro da mesma linha e que tiveram resultados, uns desastrosos e outros pela ordem e pela justiça. Parabens pela atuação e siga em frente.
 
JOAO RAFAEL SANCHES em 02/02/2011 04:56:40
Esclarecimento oportuno ao comentário de Áttila Gomes:

Os operadores do direito (advogados, juízes, promotores) brasileiros gozam do status de doutores por conta de um Decreto Imperial datado de 01 de agosto de 1825 da lavra de Dom Pedro I deu origem à Lei do Império de 11 de agosto de 1827, que: Criou dois cursos de Ciências Jurídicas e Sociais; introduz regulamento, estatuto para o curso jurídico; Dispôs sobre o título (grau) de doutor para o advogado. - Dec. 17874A 9/08/1927: Declara feriado o dia 11/08/1827 - Data em que se comemora a criação dos cursos jurídicos no Brasil.
O silogismo é simples: A Lei do Império criou o curso e em seu bojo afirmou que os acadêmicos que terminassem o curso de Direito seriam bacharéis. O título de Doutor seria destinado aos habilitados nos estatutos futuros (como o Estatuto da OAB, hodiernamente usado). Acrescenta que somente Doutores poderiam ser Lentes Professores - do Latim Legente - em linguagem obsoleta). Assim, tendo o acadêmico completado seu curso de Direito, aprovado e estando habilitado em Estatuto competente teria o Título de Doutor. Então, Advogado é DOUTOR e é Cultura também!

Ritva Vieira - Advogada
 
Ritva Vieira em 02/02/2011 04:53:42
Tudo bem: quem nunca errou, que atire a primeira pedra.

Mas que também seja de uma distância justa!!
 
Carlos Alberto Cordeiro em 02/02/2011 04:21:04
Conheço a Magistrada das Comarcas de Bonito e Chapadão do Sul e posso afirmar que se trata de Juíza rígida, mas que em momento algum falta com respeito com advogados, serventuários e partes. Certamente, é mais um caso de algum político que margeia a legalidade, insatisfeito com decisão justa da Juíza, que está incitando a investigação. Não vai dar em nada.
Lindomar Afonso Vilela (advogado)
 
Lindomar Afonso Vilela em 02/02/2011 04:06:00
Drª a srª precisa vir pra capital pra botar ordem na justiça, já notei que quando alguém aplica a lei, sempre é prejudicado, portanto continue assim que com certeza o povo esta do seu lado, e tem mais se o funcionário é incopetente é processo disciplinar e r u a.
 
Felipe Salinas em 02/02/2011 04:00:16
Pelo jeito a juíza "bateu" na pessoa errada. O século 21 chegou por aqui na cronologia, mas na cultura local, o que prevalece é o chicote dos coronéis do século 18. Gostaria que alguns bocados de egípcios se mudassem para cá, afim de ensinarem ao nosso acabrestado povo que quem manda aqui não é meia dúzia de chapeludos. Força Luciane. O Rei Davi, pequenino em estatura,mas grande em espírito, derrotou Golias com uma pedrada e foi aclamado por todos. Ele tinha Deus à sua frente. Se ELE está com a senhora, fique calma, pois todos serão atropelados pela justiça divina.
 
adalberto rebelo em 02/02/2011 03:56:23
Linda, se procupe não! Tem muita gente querendo só moleza nas proferências da meritíssima, num conseguiu, aí zangô, juntô com servidor que não serve e reclamô pra cima. Fica na sua, num credíto nada disso não! Rigôr da pena comóda muita gente, mas dá certo sim.
 
jo oliveira em 02/02/2011 03:25:27
Tão jovem e já tem doutorado, segundo os comentaristas. Parabéns.
 
Áttila Gomes em 02/02/2011 03:19:25
Dra. Luciane Boa Sorte, a verdade prevalecerá e creio estar certo que és uma Juíza distinta e competente o suficiente para ocupar um função de tamanha importância.
Abraços.
 
Calvin Silva em 02/02/2011 03:17:13
Sempre que alguém da Justiça incomoda políticos acaba sofrendo até mesmo com a Chefia, que além de não entender disso, acaba acatando pedidos absurdos dos bacanas da capital. O Judiciário do Estado é camp~eao em injustiças e parece que quer mais uma vez prejudicar alguém que trabalha bem e ainda é bonita, jovem e interessada.
 
gislaine de oliveira em 02/02/2011 03:00:31
Parabéns Juíza!
Não desanime, em bora o coronelismo, o machismo imperem em nosso país.
Veja o exemplo da Presideta Dilma, que foi presa, torturada e hoje os militares tiveram de bater continência e vão tê-la com chefe por 4 ou 8 anos.
 
Zilda Peixoto em 02/02/2011 03:00:03
Se a Corregedoria fosse agir assim sempre que ocorressem ataques de "juizite" por parte dos juizes estaduais, sem dúvida que os maiores alvos de sindicância estariam dentro do próprio TJ, já que os Desembargadores são os mais afetados por esse tipo de comportamento que tanto afasta a sociedade dos Tribunais, pondo em descrédito suas decisões. Fora os ilustres Desembargadores, na entrância especial (lei-se Fórum de Campo Grande) também existem algumas "estrelas" da magistratura que dão "pitis" diariamente. Nunca ouvi dizer que sindicâncias foram abertas por causa disso. Há um tempo, um dos juizos mais vaidosos e autoritários, foi promovido Desembargador. Então creio que há algo por trás dessa investigação, pois definitivamente o TJMS não se preocupa com isso.
Dra. Luciane; cabeça erguida e não se intimide.
 
José Antunes - advogado em 02/02/2011 02:43:46
Gostei do comentario da juiza. Após 9 anos de serviço, acredito que será dificil provarem que ela tem tratado mal as pessoas acima descritas. Pode ser que ela seja autoritaria sim, mas acredito que seja por um desconforto das pessoas por ser tão jovem e ter assumido um cargo de tamanha importancia tão nova.
 
julian silva em 02/02/2011 02:42:47
Competência, seriedade e responsabilidade são estas palavras que causam medo na maioria dos incompentetes, por isso esse bafafa todo, e para deixá-los ainda mais com raiva...olha a beleza da Meritíssma.
 
Reginaldo Soares em 02/02/2011 02:38:40
moro em bonito a mais de 20 anos,ja fui ao forom varias veses inclusive quando a dra.atendia essa comarca ,sempre foi muito simpatica a me atender ,nao vejo ela como uma pessoa arrogante e nem autoritaria alias e muito simpatica
 
marcelo bertoni em 02/02/2011 02:10:56
dra.nao fique preocupada, agora eles vao saber o tanto que a populaçao gosta da sra. e o seu prestigio vai aumentar muito porque agora voce ganhou notoriedade, e com isso muita gente vai te defender porque voce e uma jovem muito bonita e pelos comentarios muito competente e isso e pior para quem tentou te prejudicar esse e o famoso tiro no pe.
 
luiz fernandes em 02/02/2011 02:05:12
Meu Deus!
Como essa mulher se tornou juíza tão jovem assim? Que xique!
 
Lucas Andrade em 02/02/2011 01:27:34
Com certeza ta incomodando algum "cacique"....
Fé em Deus Dra ! A justiça dele nunca falha !!!
 
Otto Baungart em 02/02/2011 01:26:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions