A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/09/2016 20:11

OAB vai recorrer de decisão que derrubou liminar contra greve dos bancários

Nyelder Rodrigues
Mansour Karmouche, presidente da OAB-MS, e o vice Gervásio Alves, comentam a situação (Foto: Divulgação)Mansour Karmouche, presidente da OAB-MS, e o vice Gervásio Alves, comentam a situação (Foto: Divulgação)

A seccional sul-mato-grossense da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) afirmou nesta terça-feira (27) em nota de esclarecimento que vai recorrer contra a decisão da Justiça do Trabalho, tomada semana passada, que suspendeu a liminar conseguida pelo Ordem para manter aberto os bancos no Estado.

No caso, a liminar da OAB, uma ação civil pública acatada pela 1ª Vara do Trabalho de Campo Grande, determinava a imediata abertura das unidades bancárias em todo o Mato Grosso do Sul com o efetivo mínimo de 30% para atendimento de advogados, que dependendo do sistema bancários para realizar saques e depósitos em juízo, por exemplo.

Porém, o Seeb-CG (Seeb-CG (Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região) entrou com ação contra a decisão, considerada pelo João de Deus Gomes de Souza ilegal, pois ele julgou que a OAB não poderia ingressar com tal tipo de constatação.

"É um atentado aceitar esse tipo de obstáculo contra o livre exercício profissional na advocacia. Vamos recorrer em todos os tribunais competentes para garantir ao advogado o direito de trabalhar", comenta o presidente estadual da Ordem dos Advogados do Brasil, Mansour Karmouche.

Já o vice-presidente da OAB-MS, Gervásio Alves de Oliveira Júnior, frisa que a ação não significa que a Ordem é contrária a greve, pois reconhece o direito constitucional de realiza-la, mas apenas quer preservar a prerrogativa do exercício da advocacia aos profissionais da área em Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions