A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

04/08/2009 10:30

Obras no Centro e para corredor de ônibus obtêm licença

Redação

A Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) concedeu licença ambiental prévia para que a Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação) execute as obras para implantação de corredores do transporte coletivos em Campo Grande e para a revitalização do Centro.

No caso do transporte, a licença permite intervenções nos oitos terminais de transbordo: Moreninhas, Guaicurus, Morenão, General Osório, Nova Bahia, Júlio de Castilho, Bandeirante e Aero Rancho.

Contudo, as obras ainda dependem de recursos do governo federal. A prefeitura aguarda resposta do Ministério das Cidades sobre projetos de mobilidade urbana no valor de R$ 150 milhões.

"O ministério exige a licença ambiental. Então, estamos nos antecipando para quando os recursos chegarem", explica o diretor da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade. Em julho, a prefeitura recebeu propostas para futura licitação das obras. "Agora, os projetos estão sendo analisados", afirma Rudel Trindade.

Os projetos da prefeitura incluem a implantação e adequação do Sistema de Corredores de Transporte (1ª etapa), ampliação e renovação arquitetônica dos terminais General Osório, Morenão e Bandeirantes, reforma e ampliação de abrigos, e requalificação do espaço urbano nas regiões de implantação dos terminais.

Na primeira fase, os corredores de ônibus serão implantados nas avenidas Coronel Antonino e Bandeirantes e também nas Moreninhas. O objetivo é dividir o fluxo dos veículos, com uma área específica para o transporte coletivo. A proposta ainda prevê a construção de 25 estações de transferência de passageiro e 500 pontos de parada de ônibus.

Centro

Campanha “Compartilhe o Natal” arrecada brinquedos e roupas para crianças
Na terceira edição, a campanha “Compartilhe o Natal 2017” arrecada roupas e brinquedos para crianças e adolescentes do Estado. No primeiro ano, em 20...
Dois empregadores do MS estão em 'lista suja do trabalho escravo'
Dois empregadores de Mato Grosso do Sul constam na lista de empregadores que foram atuados por manterem funcionários em condições consideradas análog...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions